Descalvado, 17 de Novembro de 2018 Busca:   
Região

Quadrilha é presa e um integrante tem ligação com morte de grávida

04/09/2013

Operação da Polícia Civil prendeu quatro homens em casa de Leme, SP.
Um deles participou do assassinato de Maiara de Oliveira, diz delegado.


Uma quadrilha foi presa na tarde desta terça-feira (3), em Leme (SP), por tráfico de drogas e associação ao tráfico. Os quatro homens foram presos com cerca de R$ 50 mil em dinheiro e cheques, além de drogas e um equipamento de choque que seria usado para torturar usuários com dívidas. A Polícia acredita que um deles está envolvido na morte da jovem Maiara Cristina de Oliveira, em janeiro deste ano.

Durante uma operação coordenada pela Polícia Civil de São Carlos, os homens, que têm entre 22 e 31 anos, foram encontrados em uma casa no bairro Jardim Primavera. Além de cheques e dinheiros, a polícia encontrou celulares, um rádio e 300 gramas de crack e cocaína.

O grupo foi levado para a cadeira de Araras. A Polícia Civil estuda a possibilidade de pedir a prisão temporária deles.

Caso Maiara
Para o delegado Gilberto de Aquino, que comandou a operação, um dos traficantes está envolvido no assassinato da jovem de São Carlos Maiara Cristina de Oliveira, de 25 anos. A mulher, que morava no distrito Santa Eudóxia, estava grávida e teve o corpo encontrado em janeiro, em Leme (SP). “Nos trabalhos de investigação do homicídio há uma ligação com pessoas de Leme. O procedimento está em sigilo, mas temos certeza que um deles participou do crime. Após ser feito o cruzamento de informações, nós teremos certeza de qual desses quatro está envolvido na morte da Maiara”, disse.

Ainda segundo Aquino, houve divergência com relação à gravidez de Maiara. “O IML de Limeira informou que a Maiara não estava esperando um bebê, mas há laudos e exames que mostram que ela estava grávida de 7 meses e o feto desapareceu. Agora o laudo do IML de São Paulo vai tirar a dúvida”, explicou.

O delegado disse também já tem o suspeito do crime, que foi motivado pela gravidez da vítima. “Nós temos a autoria apurada e definida em São Carlos e nós vamos pedir a prisão preventiva dele e do envolvido em Leme. Nós estamos apurando o destino do feto. O motivo da morte foi a gravidez, porque tinha uma parte interessada que não queria que essa criança viesse ao mundo. Ela foi atraída para uma emboscada e morta em Leme”, afirmou.

G1


Voltar




 
















Notícias
Descalvado
Câmara Municipal
Esporte
Notas Policiais
Região
Brasil e Mundo
Geral
Música
Fotos
Canais
Conheça Nossa Cidade
Boca no Trombone
Horóscopo do Dia
Previsão do Tempo
Guia Rodoviário
Política Agora
Blogs e Colunas
Cozinhando com Aline
Marcos Felipe Chiaretto
Mexa-se
Utilidade Pública
Farmácia de Plantão
Balcão de Empregos
Notas de Falecimento
Guia Comercial
Consulte Multas
Interativo
Fale Conosco
Sugestão de Matérias
Anuncie no Descalvado Agora
Empregos
Fale Conosco
Descalvado Agora 2009-2018 - Todos os direitos reservados