Descalvado, 19 de Novembro de 2018 Busca:   
Região

TRE mantém decisão que suspende candidatura de nova prefeita de Ibaté

15/11/2013

Lu Spilla (PSDB) tomou posse no domingo (10) após ser eleita "sub judice".
Justiça indeferiu registro de candidatura a ela por ser namorada do ex-prefeito.


O Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) negou, na tarde desta quinta-feira (14), o recurso da prefeita de Ibaté (SP), Lu Spilla (PSDB), que tomou posse do cargo no domingo (10) e indeferiu o registro da candidatura. O advogado dela, Hélio Silveira, disse que vai recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), assim que o resumo da decisão for publicado na segunda-feira (18).

Segundo a assessoria de imprensa do TRE-SP, por quatro votos a dois, os juízes do tribunal negaram o recurso apresentado por Lu Spilla. O relator do caso, o juiz Costa Wagner, votou de acordo com a divergência de dois juízes que pediram vistas no processo.

O presidente da Câmara de Ibaté, João Siqueira Filho (PP), informou que aguarda decisão sobre o recurso de Lu Spilla ao TSE para tomar as providências necessárias. Enquanto isso, ela é mantida no cargo de prefeita.
Se o TSE mantiver a decisão, podem ocorrer novas eleições na cidade, já que Lu conseguiu mais de 50% dos votos.

Entenda o caso
Lu Spilla foi eleita ‘sub judice’ após ter a candidatura indeferida pela Justiça Eleitoral de São Carlos por ser namorada do ex-prefeito José Luiz Parrella (PSDB). Ela obteve 9.660 votos (52,32%) nas eleições de 6 de outubro. O novo pleito foi convocado após o prefeito eleito no ano passado, Alessandro Magno (PSDB), e o vice, Horácio Carmo Sanches, serem cassados no início de maio por abuso de poder econômico e político, além da realização de propaganda institucional durante a campanha.

A prefeita eleita de Ibaté foi diplomada no dia 30 de outubro no Cartório da 410ª Zona Eleitoral de São Carlos. Em meio à confusão, Lu Spilla tomou posse no domingo depois ter a cerimônia oficial cancelada pela Câmara Municipal na sexta-feira (8). O então presidente da casa, Donato Lutumolo Sobrinho (DEM), cancelou a posse porque o processo de registro de Lu estava em tramitação e o julgamento do recurso suspenso, porque dois juízes pediram vistas do processo.

Apesar disso, os assessores da prefeita foram informados que o presidente da Câmara não estaria na cidade no domingo e desta forma, o ato foi conduzido pela primeira secretária Sidneia Monte (PV), que formalizou a posse. Após o fim do ato simbólico, realizado na praça central da cidade, Lu Spilla tentou entrar no prédio da administração municipal, que estava fechado. Houve tumulto e a fechadura da porta do local precisou ser arrombada por um chaveiro.

G1


Voltar




 
















Notícias
Descalvado
Câmara Municipal
Esporte
Notas Policiais
Região
Brasil e Mundo
Geral
Música
Fotos
Canais
Conheça Nossa Cidade
Boca no Trombone
Horóscopo do Dia
Previsão do Tempo
Guia Rodoviário
Política Agora
Blogs e Colunas
Cozinhando com Aline
Marcos Felipe Chiaretto
Mexa-se
Utilidade Pública
Farmácia de Plantão
Balcão de Empregos
Notas de Falecimento
Guia Comercial
Consulte Multas
Interativo
Fale Conosco
Sugestão de Matérias
Anuncie no Descalvado Agora
Empregos
Fale Conosco
Descalvado Agora 2009-2018 - Todos os direitos reservados