Descalvado, 16 de Novembro de 2018 Busca:   
Região

"Nesse país não existe justiça", afirma pai de grávida morta em acidente

12/01/2014

Suspeito de causar colisão estava bêbado, mas pagou fiança e foi solto.
Acidente há sete dias matou casal recém-casado em São Carlos, SP.




“Três vidas foram levadas, incluindo a de um anjinho que estava no ventre da minha filha, e o responsável por isso está solto. A única coisa que consigo dizer é que não existe justiça neste país”. O desabafo é do motorista José Vergílio, de 53 anos, que há uma semana perdeu a filha grávida e o genro em um acidente de trânsito em São Carlos. O motorista suspeito de provocar a colisão foi preso em flagrante após teste de bafômetro indicar presença de álcool no sangue, mas foi solto após pagar fiança de R$ 10, 8 mil.

A indignação e o sentimento de uma perda irreparável marcaram os últimos dias na vida de Vergílio, que diz que encontra força pra continuar vivendo no neto de 4 anos, que sobreviveu ao acidente. “Meu chão sumiu, tudo isso que aconteceu está me comendo por dentro, mas tenho mais uma filha, e dois netos, incluindo essa vida de 4 anos que agora não tem mais a mãe, e é por eles que eu vivo”, disse o pai de Lidiane Christine Vergílio do Nascimento, de 28 anos, que estava grávida de 8 meses de seu segundo filho.

Ela e o empresário Paulo Ricardo, de 23 anos, que também não sobreviveu ao acidente, estavam casados há 20 dias e tinham viajado para a praia com o filho dela de outro relacionamento e um casal de amigos, que sofreram ferimentos leves. Eles voltavam para Dourado (SP) quando foram atingidos por outro carro na Rodovia Luís Augusto de Oliveira (SP-215), na madrugada de 5 de janeiro.

Vida nova
“Esse acidente interrompeu uma vida nova, a Lidiane estava feliz, recém-casada e recém-formada, neste final de semana ela prestaria um concurso para professora, no mês que vem teria um novo filho e eles se mudariam para a casa que estavam construindo e que já está quase pronta”, relatou Vergílio.

A casa de aluguel em que eles viviam continua ocupada, uma maneira de manter a memória do neto de 4 anos, que ainda não sabe da morte da mãe. “Ele está sendo acompanhado por uma psicóloga e vamos esperar o momento certo para contar e não queremos que ele veja a casa vazia. Ele é esperto e faz perguntas sobre a mãe que não temos coragem de responder”, disse.

O menino está sob o cuidado dos avós e do pai, que já acionou um advogado para tentar uma indenização para o filho. “Queremos pelo menos que o responsável por isso pague uma pensão até ele conseguir se sustentar sozinho, é o mínimo que deve ser feito, por mais que isso não traga minha filha, a mãe dele, de volta”, comentou o pai de Lidiane.

Suspeito
O suspeito de provocar o acidente, o engenheiro Tiago Scapim, de 30 anos, foi solto na segunda-feira (6), depois de pagar indenização de 15 salários mínimos, o equivalente a R$ 10,8 mil. Ele responderá por lesão corporal, embriaguez ao volante e homicídio doloso, quando há intenção de matar. Em princípio, o caso deve ir a júri popular.

Segundo o advogado do rapaz, David Pires, o engenheiro é réu primário, sem antecedentes criminais, possui residência fixa e atividade profissional lícita. Ainda segundo o advogado, Scapim foi confundido pelo farol alto de outro veículo na pista.

Homenagem
Neste domingo, familiares e amigos farão uma homenagem ao casal morto no acidente com uma partida de futebol. “Era uma das coisas que o Paulo mais gostava, então vamos fazer isso para pedir justiça e cobrar que algo seja feito, porque até agora o juiz observou que três vidas valem só R$ 10 mil”, disse o irmão do empresário, Luís Augusto do Nascimento.

G1


Voltar




 
















Notícias
Descalvado
Câmara Municipal
Esporte
Notas Policiais
Região
Brasil e Mundo
Geral
Música
Fotos
Canais
Conheça Nossa Cidade
Boca no Trombone
Horóscopo do Dia
Previsão do Tempo
Guia Rodoviário
Política Agora
Blogs e Colunas
Cozinhando com Aline
Marcos Felipe Chiaretto
Mexa-se
Utilidade Pública
Farmácia de Plantão
Balcão de Empregos
Notas de Falecimento
Guia Comercial
Consulte Multas
Interativo
Fale Conosco
Sugestão de Matérias
Anuncie no Descalvado Agora
Empregos
Fale Conosco
Descalvado Agora 2009-2018 - Todos os direitos reservados