Descalvado, 19 de Dezembro de 2018 Busca:   
Brasil e Mundo

Em guerra com o WhatsApp, Viber libera chamadas grátis para telefones fixos no Brasil

26/02/2014

Gratuidade é válida por apenas duas semanas e integra estratégia ousada para elevar rapidamente número de usuários no país

O Viber, software de mensagens e conversas de voz pela internet (VoIP), anunciou nesta terça-feira que os usuários brasileiros poderão realizar ligações para telefones fixos em todo o país gratuitamente. Até então, uma ligação de três minutos por meio do programa custava cerca de US$ 0,08. A gratuidade é exclusiva para o Brasil e vai durar apenas duas semanas, tempo no qual o Viber tentará seduzir internautas daqui enquanto todos os holofotes pairam sobre o concorrente WhatsApp.

A novidade surge durante o período mais movimentado para a empresa israelense desde que foi fundada, em 2010. Em 30 de janeiro, a empresa abriu seu primeiro escritório no Brasil, em São Paulo; duas semanas depois, a gigante japonesa do comércio eletrônico, a Rakuten, anunciou a compra do Viber por US$ 900 milhões; no dia 19, o Facebook surpreendeu o mundo ao adquirir por estratosféricos US$ 19 bilhões o WhatsApp, que o fundador do Viber, Talmon Marco, disse considerar um dos seus principais rivais em entrevista ao GLOBO; nesta segunda-feira, o WhatsApp informou que passaria a realizar conversas por voz, função importante para o Viber.

A promoção é válida apenas para ligações com telefones fixos. Conversas com linhas de celular continuam pagas, custando cerca de US$ 0,66 por três minutos de ligação.

O objetivo de atrair usuários o mais rapidamente possível fica expresso nas próprias regras dessa gratuidade temporária. Segundo a companhia, a vigência de duas semanas poderá ser prorrogada se, ao fim de cada semana, o fluxo de mensagens de texto crescer pelo menos 25% no país. Na prática, o Viber estará arcando com os custos das ligações locais em troca de novos adeptos.

Embora a aquisição do WhatsApp represente uma injeção sem precedentes de investimento em um concorrente, o Viber insiste que o negócio foi positivo para sua operação. Segundo Luiz Felipe Barros, diretor geral do Viber no Brasil, o movimento do Facebook chamou a atenção para outros aplicativos de mensagem e fez acelerar o ritmo de downloads do software israelense. Ele informou que o app ganha, em média, dez mil novos usuários por dia no país e que já alcançou 11 milhões de membros.

- A gente só tem a agradecer. O Viber chegou a entrar no trending topics do Twitter, e a gente pulou do 61ª para a 19ª posição na lista de aplicativos mais baixados da App Store - justificou.

Também nesta terça-feira, o Viber anunciou em Barcelona, na feira Mobile World Congress, parceria com a Nokia para que os aparelhos da linha Nokia X saiam da fábrica já com o app instalado. A companhia também iniciou a venda de um pacote de stickers - figurinhas digitais trocadas por mensagem - com temática do Carnaval brasileiro.


www.oglobo.globo.com






Voltar




 
















Notícias
Descalvado
Câmara Municipal
Esporte
Notas Policiais
Região
Brasil e Mundo
Geral
Música
Fotos
Canais
Conheça Nossa Cidade
Boca no Trombone
Horóscopo do Dia
Previsão do Tempo
Guia Rodoviário
Política Agora
Blogs e Colunas
Cozinhando com Aline
Marcos Felipe Chiaretto
Mexa-se
Utilidade Pública
Farmácia de Plantão
Balcão de Empregos
Notas de Falecimento
Guia Comercial
Consulte Multas
Interativo
Fale Conosco
Sugestão de Matérias
Anuncie no Descalvado Agora
Empregos
Fale Conosco
Descalvado Agora 2009-2018 - Todos os direitos reservados