Descalvado, 18 de Novembro de 2018 Busca:   
Câmara Municipal

Sposito tenta sensibilizar vereadores a rejeitar a retrocessão de área municipal à empresa M.S.Descalvado

02/08/2014

Na sessão de 28 de julho, o vereador Anderson Aparecido Sposito (DEM), durante o seu pronunciamento na Tribuna Livre, fez um apelo aos demais parlamentares, pedindo a sensibilidade deles na apreciação do Projeto de Lei nº 53/14, do Poder Executivo, que trata de retrocessão de área municipal doada à empresa M. S. Descalvado Comércio de Areias e Transportes Ltda. – ME, no ano de 2008.

O projeto de lei entrou em deliberação na Câmara, no último dia 14, na 24ª Sessão Ordinária, com a justificativa que a empresa não cumpriu o prazo de cinco anos que tinha para construir e iniciar as atividades na área recebida. Além disso, houve denúncia contra a empresa na Promotoria de Justiça, que abriu um inquérito civil para apurar a situação. A área doada à empresa fica no Distrito Industrial Cosmo Fuzaro, na Quadra C, e possui 6 mil metros quadrados.

Sposito defendeu o empresário local, assim como fez em outras ocasiões similares, dizendo que a Prefeitura deve incentivar o empresariado local com doações de áreas para que as mesmas possam expandir seus negócios e assim, gerar mais empregos.

Em favor da empresa, o vereador argumentou apresentando o seu faturamento de R$ 316 mil neste ano. “Não se trata de qualquer empresa, é uma firma constituída na cidade que possui nove empregados registrados e que poderá chegar a 12 assim que concluir as suas instalações no lote doado”, declarou Sposito.

Concluindo, Sposito disse aos vereadores que aprovar a retrocessão de área, é votar contra a empresa, que tem um faturamento alto e que contribui muito com o município.

No projeto de lei, estão anexados todos os documentos que comprovam a renda, o número de empregados, a planta de construção a ser edificada no lote e fotos que comprovam a realização de atividades na área concedida pela M. S..

Até o momento apenas a Comissão de Justiça e Redação deu parecer e aguarda um ofício da Promotoria de Justiça informando se o inquérito civil que foi aberto para averiguar a denuncia contra a referida empresa não estar usando a área doada pela municipalidade foi concluída.




Voltar




 
















Notícias
Descalvado
Câmara Municipal
Esporte
Notas Policiais
Região
Brasil e Mundo
Geral
Música
Fotos
Canais
Conheça Nossa Cidade
Boca no Trombone
Horóscopo do Dia
Previsão do Tempo
Guia Rodoviário
Política Agora
Blogs e Colunas
Cozinhando com Aline
Marcos Felipe Chiaretto
Mexa-se
Utilidade Pública
Farmácia de Plantão
Balcão de Empregos
Notas de Falecimento
Guia Comercial
Consulte Multas
Interativo
Fale Conosco
Sugestão de Matérias
Anuncie no Descalvado Agora
Empregos
Fale Conosco
Descalvado Agora 2009-2018 - Todos os direitos reservados