Descalvado, 14 de Novembro de 2018 Busca:   
Região

Araraquara demite 83 funcionários comissionados e quer economizar R$ 917 mil por mês

08/08/2014

Lá é bem diferente daqui

A Prefeitura de Araraquara (SP) anunciou, na tarde desta quinta-feira (7), um pacote de medidas de contenção de custos. O objetivo é economizar R$ 917 mil por mês com a demissão de 83 cargos comissionados, remanejamento de outros 21 profissionais, entrega de imóveis e carros alugados e corte de horas extras, entre outras ações.

O prefeito Marcelo Barbieri (PMDB) apontou a queda na arrecadação de impostos e no repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) como as causas da crise financeira do município. Mas garantiu que as sanções não afetarão a qualidade dos serviços. Já o Sindicato dos Servidores Municipais de Araraquara (Sismar) informou que o pacote chega com meses de atraso.

Todos os demitidos são cargos de confiança, ou seja, pessoas que não se submeteram a concurso público e que geralmente são contratadas a partir de indicações. A área mais atingida é a de Esportes, onde 22 perderão o emprego. A economia na folha salarial com as demissões é de cerca de R$ 300 mil mensais.

Outros 21 profissionais serão remanejados, o que acarretará redução de salários. Um exemplo é o secretário de Agricultura, Fernando Guzzi, que passa a ser coordenador. Com isso, os vencimentos de R$ 7 mil mensais caem para cerca de R$ 4 mil.

Em relação às demissões, Barbieri disse que usou um critério tecnico e que o orçamento mais enxuto tem relação com a redução na arrecadação. Segundo ele, entre maio e junho deste ano o município arrecadou 21 milhões a menos com relação ao mesmo período de 2013. Durante coletiva concedida na Prefeitura, Barbieri afirmou que os funcionários dispensados vão fazer falta, mas garantiu que os serviços não serão prejudicados.

Sem horas extras
As horas extras estão proibidas em todos os setores. O objetivo é economizar R$ 469 mil por mês com a medida. Segundo a assessoria de imprensa da Prefeitura, elas só serão admitidas em caso de extrema necessidade nos serviços básicos, como saúde.

Sete imóveis alugados vão ser entregues aos proprietários. Algumas secretarias que funcionam em locais próprios, como a de Habitação, serão deslocadas para um espaço no Centro de Eventos de Araraquara (Cear), que pertence ao município. Espera-se uma economia de R$ 56 mil por mês com as mudança.

O poder público também devolveu todos os 48 veículos que alugava junto a terceiros e passa a contar somente com os veículos da frota municipal. De acordo com o prefeito, isso evitará um gasto mensal de R$ 78 mil.

Outra medida anunciada foi uma economia de R$ 12 mil na telefonia. Esta é proveniente de um novo contrato firmado recentemente com uma operadora. A Prefeitura também anunciou o fechamento de sete telecentros, que são espaços que disponibilizam internet gratuita à população.

Críticas
O diretor do Sismar, Marcelo dos Santos Roldan, disse que o pacote anunciado "veio tarde".

"O governo desperdiçou milhões por muito tempo com comissionados, com aluguel de carros e casas, todos desnecessários, tanto que estão sendo cortados. Deveria ter feito economia antes de precisar cortar a merenda e privatizar a CTA (Companhia Tróleibus Araraquara), entre outros. Tinha comissionado com cinco meses de Prefeitura passando férias na Europa e postando foto no Facebook", criticou.

G1



Voltar




 
















Notícias
Descalvado
Câmara Municipal
Esporte
Notas Policiais
Região
Brasil e Mundo
Geral
Música
Fotos
Canais
Conheça Nossa Cidade
Boca no Trombone
Horóscopo do Dia
Previsão do Tempo
Guia Rodoviário
Política Agora
Blogs e Colunas
Cozinhando com Aline
Marcos Felipe Chiaretto
Mexa-se
Utilidade Pública
Farmácia de Plantão
Balcão de Empregos
Notas de Falecimento
Guia Comercial
Consulte Multas
Interativo
Fale Conosco
Sugestão de Matérias
Anuncie no Descalvado Agora
Empregos
Fale Conosco
Descalvado Agora 2009-2018 - Todos os direitos reservados