Descalvado, 12 de Dezembro de 2018 Busca:   
Região

Onça parda resgatada em Porto Ferreira ganha a liberdade

29/08/2014

A onça parda (suçuarana) resgatada no dia 15 de agosto de 2014 no bairro José Gomes, município de Porto Ferreira, foi solta hoje (28.08.2014) na zona rural entre os municípios de Santa Rita do Passa Quatro e São Simão.

O local escolhido fica numa área que possui vegetação nativa do Bioma Cerrado, nascentes, várzeas, córregos e extensas áreas reflorestadas com eucaliptos. Estas condições possibilitam a busca de alimento, livre trânsito dos animais e o alcance de outras áreas com vegetação bem conservadas situadas ao redor.

Durante duas semanas a onça esteve sob observação e responsabilidade da ONG Mata Ciliar, sediada em Jundiaí-SP. A veterinária Dra. Cristina Harumi é quem esteve à frente dos cuidados necessários para manter a saúde do animal. Este trabalho consiste na observação, coleta de material biológico para realização de exames clínicos, além de uma alimentação adequada.

Há dois dias o animal foi anestesiado para receber um colar rastreador. A bióloga Renata Miotto da ESALQ é quem faz este monitoramento. A cada quatro horas o transmissor do colar emite um sinal para o satélite que repassa a localização para Renata. Ao longo de um ano ela tem condições de saber por onde a onça passou ou se ela está próxima a áreas urbanas.
Além do colar rastreador, a suçuarana ganhou também um nome: “PAINGUÁ’, referente aos indígenas da grande família Tupi-Guarani que habitavam nossa região.

Ao chegar ao local para a libertação de “Painguá”, as equipes das mídias se posicionaram a uma distância segura, mas em condições de registrar as imagens.

Ao abrir a porta da jaula, “Painguá” continuou deitado, às vezes emitindo rugidos, observando a todos, mas com olhar assustado, meio desconfiado, não quis sair.

Após vários minutos foi preciso uma nova estratégia da equipe da ONG. “Painguá” foi lentamente despejado deslizando pela jaula.

Já em liberdade, mas ainda deitado olhou a todos, olhou para frente e avistou uma grande área aberta com vegetação de cerrado. Sua autonomia havia sido reconquistada. Levantou, andou os primeiros metros a passos lentos e depois correu desaparecendo entre a vegetação.

Todos bateram palmas e os comentários revestidos de emoção surgiram. Os olhos brilharam diante de um final feliz.

A equipe do Porto Ferreira Hoje agradece a todos os que trabalharam no resgate, nos cuidados e na reintrodução de “Painguá” ao seu habitat, e em especial pela gentileza da equipe da ONG Mata Ciliar sob a coordenação da médica veterinária Dra. Cristina Harumi pelo fornecimento das informações.

http://www.portoferreirahoje.com.br/



Voltar




 
















Notícias
Descalvado
Câmara Municipal
Esporte
Notas Policiais
Região
Brasil e Mundo
Geral
Música
Fotos
Canais
Conheça Nossa Cidade
Boca no Trombone
Horóscopo do Dia
Previsão do Tempo
Guia Rodoviário
Política Agora
Blogs e Colunas
Cozinhando com Aline
Marcos Felipe Chiaretto
Mexa-se
Utilidade Pública
Farmácia de Plantão
Balcão de Empregos
Notas de Falecimento
Guia Comercial
Consulte Multas
Interativo
Fale Conosco
Sugestão de Matérias
Anuncie no Descalvado Agora
Empregos
Fale Conosco
Descalvado Agora 2009-2018 - Todos os direitos reservados