Descalvado, 18 de Novembro de 2018 Busca:   
Região

Desperdício de água gera multa de R$ 750 em Vargem Grande do Sul

01/09/2014

Fiscalização no município tem início a partir desta segunda-feira (1).
Punição foi estabelecida pelo decreto publicado na última quinta (28).



A partir desta segunda-feira (1) os fiscais da Prefeitura de Vargem Grande do Sul (SP) e a Guarda Municipal vão multar em R$ 750 os moradores que forem flagrados desperdiçando água. A punição foi estabelecida pelo decreto publicado na última quinta-feira (28), que proíbe o uso de água da rede pública para lavar calçadas, veículos e molhar ruas.

Os postos de combustíveis também ficam proibidos de lavar veículos, com exceção de itens de segurança como para-brisas e lanternas, com o uso de regadores ou baldes. Também é proibido a eliminação de água de forma contínua por torneiras, canos, conexões, válvulas, caixas d ́água, reservatórios, tubos ou mangueiras.

Decreto
Na última quinta-feira (28), a Prefeitura decretou estado de alerta de abastecimento no município. A medida é preventiva e tem o objetivo de alertar a população da necessidade de economia no uso da água devido aos baixos níveis registrados na represa, cerca de 30% abaixo do normal.

Além disso, a Câmara Municipal aprovou o reajuste do valor da multa do desperdício, que era de apenas R$ 20, para R$ 750. Quem for flagrado desperdiçando água pela segunda vez paga o dobro da quantia, R$ 1,5 mil.

Denúncias
As denúncias são recebidas, sem necessidade de identificação, no telefone da Prefeitura (19) 3641-9000, pelo Serviço Autonomo de Água e Esgoto (SAE) 3641-1011, 3641-2195 ou 3641-3538 e por meio da Guarda Municipal pelo número 3641-5877 e 199.

Região
Em cinco cidades da região a água já é quase uma raridade. Em Santa Rita do Passa Quatro os moradores ficam sem água durante 12 horas por dia. Já em Casa Branca esse tempo sem abastecimento é de 19 horas a partir do último sábado (30).

Em Aguaí o Rio Itupeva está com 20% da capacidade total, o que significa que a cidade só deve ter água por mais 13 dias. Em Santa Cruz das Palmeiras a situação também é critica e o desperdício pode gerar multa de R$ 820.
Já Tambaú tem o caso mais grave da região, considerado estado de calamidade. Sem água, a Prefeitura pediu ajuda aos municípios vizinhos.



Voltar




 
















Notícias
Descalvado
Câmara Municipal
Esporte
Notas Policiais
Região
Brasil e Mundo
Geral
Música
Fotos
Canais
Conheça Nossa Cidade
Boca no Trombone
Horóscopo do Dia
Previsão do Tempo
Guia Rodoviário
Política Agora
Blogs e Colunas
Cozinhando com Aline
Marcos Felipe Chiaretto
Mexa-se
Utilidade Pública
Farmácia de Plantão
Balcão de Empregos
Notas de Falecimento
Guia Comercial
Consulte Multas
Interativo
Fale Conosco
Sugestão de Matérias
Anuncie no Descalvado Agora
Empregos
Fale Conosco
Descalvado Agora 2009-2018 - Todos os direitos reservados