Descalvado, 17 de Novembro de 2018 Busca:   
Região

Prefeitura de Araras vende terrenos para investir em educação e saúde

21/11/2014

Além disso, dinheiro também será investido em um novo distrito industrial.
Interessados podem enviar propostas para compra até o dia 12 de dezembro.



A Prefeitura de Araras (SP) colocou a venda 74 terrenos, entre lotes urbanos e industriais. A medida foi tomada para arrecadar cerca de R$ 3,5 milhões e investir nas áreas de educação, saúde e um distrito industrial. Os interessados podem enviar propostas para a compra dos lotes até o dia 12 de dezembro.

A venda dos terrenos será feita por meio de concorrência pública. O edital com as regras para negociação já foi publicado em jornais e na internet. O documento deve ser retirado na Prefeitura. No caso de mais de um interessado no mesmo terreno no dia da licitação, o valor mais alto oferecido terá maiores chances. Os vencedores devem fazer o pagamento de 50% do valor do terreno na assinatura do contrato e o restante pode ser parcelado em 12 vezes.

No bairro Terras de Carolina, cada um dos oito lotes residenciais à venda custa R$ 98 mil, com área total de dois mil metros quadrados. Já no Jardim Santa Olívia II, um terreno do mesmo tamanho está à venda. “Está previsto na planta de zoneamento que nestes terrenos põem ser feitas residências, dividir o lote em várias moradias e até uso comercial, como um supermercado ou farmácia”, comentou o diretor do Departamento de Urbanismo, Florivaldo de Oliveira.

“A intenção é de comprar terrenos maiores e depois fazer um loteamento com lotes menores e vendê-los também”, afirmou Oliveira.

De acordo com Valdemir Pires, economista especialista em administração pública, transformar a venda de bens do município é válida na maioria dos casos. “Desde que não se vendam terrenos que possam vir a ser úteis para a Prefeitura em outros momentos. Por exemplo, se você tem uma região na cidade que vai precisar de um posto de saúde, é bom tomar cuidado para não vender”, comentou.

A empregada doméstica Maria Aparecida Bonaldi mora há quatro anos perto de um dos loteamentos e reclama do aparecimento de bichos por causa do mato. Com a venda e a construção de imóveis, ela acredita que o problema vai acabar. “Se está tudo com prédio construído é mais seguro e deixa o bairro com uma cara melhor. Para todo lugar que se olha tem mato e terreno vazio, então vai melhorar”, comentou.

A Prefeitura de Araras também quer ampliar o cemitério no Jardim Fátima. Para isso, quer comprar duas casas que ficam dentro do local. A dona de casa Adriele dos Santos mora com a mãe, a filha e os quatro irmãos em uma das residências há 15 anos e aguarda uma proposta para se mudar. “Compraríamos um imóvel em outro lugar, porque aqui não tem mais condições. Se a Prefeitura efetuar a venda, será um ótimo negócio”, disse.


G1



Voltar




 
















Notícias
Descalvado
Câmara Municipal
Esporte
Notas Policiais
Região
Brasil e Mundo
Geral
Música
Fotos
Canais
Conheça Nossa Cidade
Boca no Trombone
Horóscopo do Dia
Previsão do Tempo
Guia Rodoviário
Política Agora
Blogs e Colunas
Cozinhando com Aline
Marcos Felipe Chiaretto
Mexa-se
Utilidade Pública
Farmácia de Plantão
Balcão de Empregos
Notas de Falecimento
Guia Comercial
Consulte Multas
Interativo
Fale Conosco
Sugestão de Matérias
Anuncie no Descalvado Agora
Empregos
Fale Conosco
Descalvado Agora 2009-2018 - Todos os direitos reservados