Descalvado, 19 de Novembro de 2018 Busca:   
Região

Suspeita de bombas ao lado de igreja mobiliza o Gate em São Carlos

21/11/2014

Dois artefatos foram localizados por uma funcionária nesta quinta-feira.
Gate constatou que supostos explosivos eram apenas garrafas PET.



Integrantes do Grupo de Ações Táticas Especiais da Polícia Militar (Gate) estiveram nesta quinta-feira (20), em São Carlos (SP), para verificar dois artefatos suspeitos localizados nas proximidades da Igreja Nossa Senhora de Fátima. A ação também mobilizou funcionários do Serviço Móvel de Atendimento de Urgência (Samu) e provocou desvio no trânsito, mas os objetos eram apenas garrafas PET e não apresentavam nenhum risco à população.

Os itens - localizados atrás de uma caixa de energia e sobre a grama que cerca a igreja - chamaram a atenção de uma funcionária que trabalha no local. Ela conversou com o padre a respeito e ele optou por avisar a polícia. Essa, por sua vez, acionou o Gate.

"Pela manhã, uma funcionária da igreja, fazendo a limpeza, se deparou com o objeto e não conseguiu identificá-lo. Ela me chamou, eu fui ver e também achei muito estranho. Não dava para perceber o que seria. Tomei a decisão de chamar a polícia e eles me orientaram a não mexer. Um policial chegou, achou estranho e avisou o comandante. Ele veio, olhou, também achou estranho e resolveu acionar o Gate. Eu não sei nem dizer quantos profissionais foram mobilizados", relatou o padre João Roberto Campanini.

Ele contou ainda que estava calmo e acreditava que usuários de drogas poderiam ter escondido entorpecentes ali, porém o sentimento mudou com a chegada da equipe especializada. "Eu comecei a ficar realmente preocupado quando chegou o Gate e eles também acharam que poderiam ser bombas. Aí fiquei torcendo para não ser".

Apenas garrafas
Após a intervenção do grupo especializado, constatou-se que os supostos explosivos não passavam de garrafas de plástico embrulhadas em folhas de jornal e sacos plásticos.

Elas foram recolhidas e serão encaminhadas para perícia, mas, por enquanto, a polícia não sabe se a colocação das peças nos dois locais foi um "trote", uma armadilha para insetos ou se tinha algum outro objetivo.


G1



Voltar




 
















Notícias
Descalvado
Câmara Municipal
Esporte
Notas Policiais
Região
Brasil e Mundo
Geral
Música
Fotos
Canais
Conheça Nossa Cidade
Boca no Trombone
Horóscopo do Dia
Previsão do Tempo
Guia Rodoviário
Política Agora
Blogs e Colunas
Cozinhando com Aline
Marcos Felipe Chiaretto
Mexa-se
Utilidade Pública
Farmácia de Plantão
Balcão de Empregos
Notas de Falecimento
Guia Comercial
Consulte Multas
Interativo
Fale Conosco
Sugestão de Matérias
Anuncie no Descalvado Agora
Empregos
Fale Conosco
Descalvado Agora 2009-2018 - Todos os direitos reservados