Descalvado, 19 de Novembro de 2018 Busca:   
Região

Santa Casa de São Carlos vacina profissional de saúde contra coqueluche

21/01/2015

Campanha faz parte da estratégia do Ministério da Saúde no controle de focos da doença em ambiente intra-hospitalar

A Santa Casa de São Carlos realiza amanhã, 20, e na quarta-feira, 21 a vacinação dos profissionais de saúde para imunizar a equipe médica e de enfermagem contra a Coqueluche. A meta é atingir 160 profissionais. A ação faz parte da estratégia do Serviço de Controle de Infecção Hospitalar (SCIH) do hospital no combate os crescentes casos da doença, em ambiente intra-hospitalar, registrado no Brasil e no mundo.

De acordo com a enfermeira do SCIH, Maria Carolina B. Spadacini, ou Carol, como é conhecida na Santa Casa, nesse primeiro momento, a vacina será oferecida para os profissionais que tem contato direto com recém-nascidos.
“A coqueluche é uma doença infectocontagiosa aguda do trato respiratório causada pela bactéria Bordetella Pertussis. A doença é altamente contagiosa e sua taxa de ataque pode chegar a 90% entre contatos não imunizados. Ela pode acometer pessoas de qualquer faixa etária. Entretanto, os mais acometidos pela doença são lactentes e crianças menores, que tendem a apresentar quadros com maior gravidade e complicações”, relatou.

Segundo a enfermeira, houve aumento expoente de casos de coqueluche no Brasil e no mundo nos últimos três anos. “Não se sabe ao certo o verdadeiro motivo do novo surto da doença, porém algumas hipóteses foram levantadas: aumento do diagnóstico da doença, melhora da vigilância e notificação de casos, perda da imunidade ao longo do tempo após a vacinação, menor efetividade das vacinas acelulares”, relatou.

Considerando a situação epidemiológica da doença e a necessidade de proteger o binômio mãe-filho, a vacina DTPa será incorporada ao Calendário de Nacional de Vacinação para a gestante e os profissionais de saúde (médico anestesista, ginecologista, obstetra, neonatologista, pediatra, enfermeiro e técnico de enfermagem) que atendam recém-nascidos nas maternidades e berçários/UTIs neonatais.

Os profissionais de saúde têm risco aumentado de coqueluche quando comparados à população geral. Além disso, esses profissionais podem transmitir a doença para os suscetíveis. O surto intra-hospitalar de coqueluche envolvendo médicos e enfermeiros foram descritos nos Estados Unidos, Canadá e França. A vacinação de profissionais de saúde é um dos componentes das medidas para o controle da coqueluche, principalmente nos berçários/UTI neonatal.
Nos dias 20 e 21 de janeiro de 2015 o NHE (Núcleo Hospitalar de Epidemiologia) realiza campanha de vacinação in loco na Santa Casa para imunização, cujo a meta é atingir 160 profissionais.





Voltar




 
















Notícias
Descalvado
Câmara Municipal
Esporte
Notas Policiais
Região
Brasil e Mundo
Geral
Música
Fotos
Canais
Conheça Nossa Cidade
Boca no Trombone
Horóscopo do Dia
Previsão do Tempo
Guia Rodoviário
Política Agora
Blogs e Colunas
Cozinhando com Aline
Marcos Felipe Chiaretto
Mexa-se
Utilidade Pública
Farmácia de Plantão
Balcão de Empregos
Notas de Falecimento
Guia Comercial
Consulte Multas
Interativo
Fale Conosco
Sugestão de Matérias
Anuncie no Descalvado Agora
Empregos
Fale Conosco
Descalvado Agora 2009-2018 - Todos os direitos reservados