Descalvado, 14 de Novembro de 2018 Busca:   
Região

Lobbe Neto quer atenção integral aos portadores de Parkinson no SUS

07/03/2015

Projeto de lei que define diretrizes para a política de atenção integral aos portadores da doença de Parkinson no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS) foi apresentado pelo deputado Lobbe Neto (SP). De acordo com a proposta, o SUS deverá prestar atenção integral a essas pessoas em todas as suas manifestações clínicas, assim como aos outros sintomas a ela relacionados.

“Um dos principais problemas enfrentados pelos portadores da doença de Parkinson é o elevado custo dos medicamentos de uso contínuo que, além do aspecto medicamentoso, é complementado pela fisioterapia e fonoaudiologia. Parte essa do tratamento de difícil realização pela falta de estrutura dos hospitais públicos, aliados à ausência de profissionais dessas áreas”, alertou.

O sistema público será responsável pela participação de familiares de parkinsonianos, assim como membros da sociedade civil, na definição e controle das ações e serviços de saúde. Apoiar o desenvolvimento científico e tecnológico voltado ao enfrentamento da doença e suas consequências também estará entre suas atribuições. Além disso, o direito à medicação e às demais formas que visem minimizar os efeitos, de modo a não limitar a qualidade de vida do portador, passariam a vigorar.

O PL prevê ainda que o SUS garantirá o fornecimento universal dos medicamentos, além das demais formas de tratamento como fisioterapia, fonoaudiologia e atendimento psicológico. Os profissionais das diversas áreas deverão estar disponibilizados de modo a prestar atenção integral ao portador da doença.

Como destaca a proposta, a doença costuma se instalar de forma lenta e progressiva, em geral em torno dos 60 anos de idade, e afeta mais de 200 mil pessoas no Brasil, conforme estimativa do Ministério da Saúde. Em virtude do envelhecimento da população brasileira – segundo o IBGE, são cerca de 30 milhões de pessoas acima dos 50 anos -, a preocupação com a doença deve ser ainda maior.

“É dever do Estado garantir a saúde formulando executando políticas econômicas e sociais que visem a redução de riscos de doença e assegurem o acesso universal e igualitário às ações e aos serviços para sua promoção, proteção e recuperação”, cobrou o tucano.

O Parkinson é uma doença é uma patologia degenerativa do sistema nervoso central, crônica e progressiva, incurável e evolutiva. Seus principais sintomas são tremores, rigidez muscular, lentidão de movimentos e desequilíbrio, podendo afetar também a fala e a escrita e causar alteração emocional.





Voltar




 
















Notícias
Descalvado
Câmara Municipal
Esporte
Notas Policiais
Região
Brasil e Mundo
Geral
Música
Fotos
Canais
Conheça Nossa Cidade
Boca no Trombone
Horóscopo do Dia
Previsão do Tempo
Guia Rodoviário
Política Agora
Blogs e Colunas
Cozinhando com Aline
Marcos Felipe Chiaretto
Mexa-se
Utilidade Pública
Farmácia de Plantão
Balcão de Empregos
Notas de Falecimento
Guia Comercial
Consulte Multas
Interativo
Fale Conosco
Sugestão de Matérias
Anuncie no Descalvado Agora
Empregos
Fale Conosco
Descalvado Agora 2009-2018 - Todos os direitos reservados