Descalvado, 19 de Novembro de 2018 Busca:   
Região

Sebrae-SP promove 7ª Semana do Microempreendedor Individual em São Carlos

09/04/2015

Ação busca estimular regularização, acerto de dívidas com o fisco e crescimento dos pequenos negócios. Região tem mais de 25 mil MEIs.


Entre os dias 13 e 18 de abril, o Sebrae-SP promove em todo o Estado a 7ª Semana do Microempreendedor Individual. Em São Carlos, não será diferente e haverá mutirão de atendimento de segunda a sábado, para levar orientações e capacitação ao empreendedor individual (MEI), estimulando além da formalização o crescimento desses pequenos negócios, de forma a contribuir para o aquecimento da economia.

Além de toda a equipe de técnicos, estarão no Escritório do Sebrae-SP (Rua XV de Novembro, nº 1677) representantes do Sescom (Sindicato dos Contabilistas de São Paulo), INSS, Banco do Povo Paulista e ACISC (Associação Comercial e Industrial de São Carlos), com serviços gratuitos ao empreendedor.

Desta forma, consultores do Sebrae e parceiros vão orientar sobre como formalizar o negócio, cumprir as obrigações legais do MEI, dar baixa ou fazer alterações na empresa, preencher a Declaração Anual e imprimir os boletos das obrigações fiscais – serviços que podem amenizar o quadro de inadimplência, que na cidade de São Carlos chegou a 53,15% em janeiro de 2015, segundo dados da Receita Federal.

“É uma oportunidade única, já que reunimos em um só local serviços relevantes para o dia a dia de quem é Microempreendedor Individual. São mais de sete mil apenas na cidade de São Carlos e cerca de 25 mil na região”, afirma Paulo Cereda, gerente do Sebrae-SP.

Também consta da programação a caravana do Sebrae Móvel, que chega a São Carlos no dia 15. Os escritórios itinerantes do Sebrae-SP ficarão instalados na Praça do Mercado Municipal, ponto de grande circulação de pessoas na região central, com atendimento das 9h às 17h.

Categoria - O MEI é a pessoa que trabalha por conta própria e se legaliza como pequeno empresário. Para se enquadrar nas regras é necessário faturar no máximo R$ 60 mil/ ano, não ter participação em outra empresa como sócio ou titular e ter no máximo um empregado contratado, que receba o salário mínimo ou o piso da categoria. O empreendedor tem direito a carga tributária reduzida e faz o pagamento de carnê mensal, com valores fixos durante o ano. Para 2015, esses valores variam, dependendo da atividade, de R$ 40,40 a R$ 45,40.

Com a formalização e o registro no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ), é possível emitir nota fiscal, ampliar o mercado de atuação, facilitar o pedido de empréstimos e a abertura de conta bancária, ser mais competitivo e obter mais lucro, além de garantir direitos previdenciários, como auxílio-doença, licença-maternidade, aposentadoria, entre outros benefícios.





Voltar




 
















Notícias
Descalvado
Câmara Municipal
Esporte
Notas Policiais
Região
Brasil e Mundo
Geral
Música
Fotos
Canais
Conheça Nossa Cidade
Boca no Trombone
Horóscopo do Dia
Previsão do Tempo
Guia Rodoviário
Política Agora
Blogs e Colunas
Cozinhando com Aline
Marcos Felipe Chiaretto
Mexa-se
Utilidade Pública
Farmácia de Plantão
Balcão de Empregos
Notas de Falecimento
Guia Comercial
Consulte Multas
Interativo
Fale Conosco
Sugestão de Matérias
Anuncie no Descalvado Agora
Empregos
Fale Conosco
Descalvado Agora 2009-2018 - Todos os direitos reservados