Descalvado, 16 de Novembro de 2018 Busca:   
Região

Rapaz que atropelou idosa ao sair de festa é condenado a pagar R$ 157 mil

23/04/2015

Defesa pode recorrer da sentença proferida pelo magistrado Alex Tavares.
Advogada dos filhos da vítima afirma que, para a família, foi feita Justiça.



A Justiça acatou o pedido de indenização por danos morais dos filhos da aposentada Rosa Buzzo Zuccolotto, que morreu atropelada em 2011, em São Carlos (SP), e condenou o motorista do veículo a pagar 200 salários mínimos. “Os autores perderam a mãe. Muito não é preciso dizer. A dor é imensurável. Evidente o dano moral. Fixo-o no valor pretendido: R$ 157.600,00”, justificou o juiz Alex Ricardo dos Santos Tavares em sua decisão.

"Eles estão felizes com o resultado, por ter sido feita Justiça, mas ainda sentem muita tristeza pela perda", afirmou a advogada da família, Teresa de Fátima Paiva. Ainda cabe recurso e o prazo para que a defesa entre com o pedido começa a contar a partir desta quarta-feira (22), segundo Teresa. O G1 tentou contato com o advogado do motorista, mas não conseguiu localizá-lo.

O acidente ocorreu às 6h30 do dia 17 de setembro, na Rua Vicente de Carvalho, na Vila Marcelino. O estudante havia saído de uma festa do Tusca (Taça Universitária de São Carlos) e a idosa havia acabado de deixar a padaria que frequentava todas as manhãs. Ela foi atingida enquanto andava pelo meio fio para desviar de um poste e morreu no local.

“A falecida caminhava a 30 cm do passeio público, quando foi atingida pelo veículo conduzido pelo réu, que vinha em velocidade superior à permitida, 60 km, quando o máximo era de 40 km, estando o mesmo alcoolizado”, escreveu o magistrado na sentença, considerando os laudos.

O rapaz, que na época tinha 23 anos, não quis se submeter ao exame de sangue, mas depoimentos de testemunhas indicaram que ele estava sob influência de álcool no momento da colisão. Uma policial afirmou que “o condutor exalava odor alcoólico e aparentava os olhos vermelhos, aparentando ter feito uso de bebida alcoólica” e um homem que trabalhava nas imediações do local do acidente afirmou que o jovem “andava meio cambaleando”.

Processo criminal
O rapaz chegou a ser preso, mas foi solto no mesmo dia após o pagamento de fiança de R$ 19 mil. Em 2012, ele foi julgado e condenado a dois anos de prisão no regime semi-aberto e teve a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) suspensa por dois meses. A defesa entrou com recurso e o Tribunal de Justiça aceitou parcialmente o pedido, alterando o regime para aberto.

G1



Voltar




 
















Notícias
Descalvado
Câmara Municipal
Esporte
Notas Policiais
Região
Brasil e Mundo
Geral
Música
Fotos
Canais
Conheça Nossa Cidade
Boca no Trombone
Horóscopo do Dia
Previsão do Tempo
Guia Rodoviário
Política Agora
Blogs e Colunas
Cozinhando com Aline
Marcos Felipe Chiaretto
Mexa-se
Utilidade Pública
Farmácia de Plantão
Balcão de Empregos
Notas de Falecimento
Guia Comercial
Consulte Multas
Interativo
Fale Conosco
Sugestão de Matérias
Anuncie no Descalvado Agora
Empregos
Fale Conosco
Descalvado Agora 2009-2018 - Todos os direitos reservados