Descalvado, 16 de Novembro de 2018 Busca:   
Região

Prefeito de Leme, Paulo Blascke, é cassado e vice-prefeito assume cargo

01/05/2015

Câmara dos vereadores decidiu pela cassação em CP por 12 votos a cinco.
CP apurou quatro denúncias de supostas irregularidades na Prefeitura.


A Câmara dos vereadores de Leme SP decidiu pela cassação do prefeito Paulo Blascke PT durante a sessão extraordinária realizada na noite de quinta-feira 30. Ao todo, a Comissão Processante CP teve 12 votos favoráveis à cassação e cinco votos contra. Em 19 de fevereiro, a Câmara abriu a CP para apurar quatro denúncias de supostas irregularidades na Prefeitura apresentadas ao legislativo por um morador. A sessão durou até as 22h30. A partir desta sexta-feira 1, quem assume o cargo é o vice-prefeito, Ademir Donizete Zanobia PSDC.

Muitos moradores levaram cartazes de protesto ao Plenário, que ficou lotado para acompanhar a leitura do relatório da comissão que investigou as ações do prefeito em mais de três mil páginas. Foram apontados indícios de irregularidades, principalmente na contratação de caminhões de lixo.

De acordo com o presidente da CP, o vereador João Machado PV, quatro denúncias foram apuradas durante os 70 dias de investigação. A primeira diz respeito ao atraso do repasse da parte patrimonial para o fundo de previdência dos funcionários municipais desde setembro de 2014, o que gerou juros de R$ 320 mil para a administração por conta de atrasos.

Outra denúncia aponta dois mandatos de segurança solicitados pelo próprio vereador João Machado, uma vez que o prefeito não solicitou as informações requeridas pela Câmara. No caso da terceira denúncia, uma licitação aberta para a contratação de quatro caminhões de lixo causou problemas, já que apenas dois estavam em atividade e a Prefeitura pagava pelos quatro. A suspeita é de que haja superfaturamento.

A última denúncia contra a administração foi contra a licitação de um terreno para a Aço Mogi, uma associação de cortadores de cana de açúcar, para a implantação de uma micro usina de processamento de hortifruti granjeiros, que teria sido irregular e direcionada.

O requerimento de cassação do mandato do prefeito foi apresentado por um homem chamado Osmar Rodrigues Santos e aceito por unanimidade pelos 17 vereadores presentes.

G1



Voltar




 
















Notícias
Descalvado
Câmara Municipal
Esporte
Notas Policiais
Região
Brasil e Mundo
Geral
Música
Fotos
Canais
Conheça Nossa Cidade
Boca no Trombone
Horóscopo do Dia
Previsão do Tempo
Guia Rodoviário
Política Agora
Blogs e Colunas
Cozinhando com Aline
Marcos Felipe Chiaretto
Mexa-se
Utilidade Pública
Farmácia de Plantão
Balcão de Empregos
Notas de Falecimento
Guia Comercial
Consulte Multas
Interativo
Fale Conosco
Sugestão de Matérias
Anuncie no Descalvado Agora
Empregos
Fale Conosco
Descalvado Agora 2009-2018 - Todos os direitos reservados