Descalvado, 15 de Novembro de 2018 Busca:   
Região

Secretária da Educação de Motuca é presa durante ação policial do Gaeco

16/06/2015

Elaine Cristina Marques Luiz foi levada para a DIG de Ribeirão Preto, SP.
Suspeita é que pessoas da cidade sejam ligadas à organização criminosa.





A Secretária de Educação, Esporte, Cultura e Lazer de Motuca, Elaine Cristina Marques Luiz, foi presa na manhã desta terça-feira em uma operação do Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado [Gaeco] de Ribeirão Preto. Ela foi levada para a Delegacia de Investigações Gerais [DIG] da cidade. Outras três pessoas foram detidas na região.

A polícia suspeita que algumas pessoas de Motuca tenham ligação com uma organização criminosa especializada em fraudar concursos públicos e licitações de prefeituras e Câmaras da região. Procurada pelo G1, a Prefeitura da cidade ainda não se manifestou sobre a operação.

Os policiais chegaram à cidade e se dirigiram até o prédio da Prefeitura, onde permaneceram por cerca de duas horas. Depois, seguiram para a Câmara Municipal. Nenhum funcionário pode entrar para trabalhar enquanto eles estavam lá dentro. Documentos e computadores foram apreendidos.

Região
Em Santa Rita do Passa Quatro, foi cumprido um mandado de busca e apreensão na Câmara Municipal. Lá, foram apreendidos documentos realtivos a um concurso publico realizado em 2013 para os cargos de procurador jurídico e servente.
Representantes do Ministério Público e da Polícia Civil também estiveram na Prefeitura dePorto Ferreira para cumprir mandado de busca em relação a um processo licitatório de duas empresas.

Funcionários do setor de licitação receberam os policiais e checaram documentos. Segundo a Prefeitura, essas empresas nunca prestaram serviço para o município e por isso, nenhum documento foi apreendido.

Operação
A "Operação Q.I.", em referência à expressão técnica "Quociente de Inteligência", começou às 3h da madrugada. A ação visava o cumprimento de 20 prisões temporárias decretadas e 55 mandados de busca e apreensão, que demandam atuação em 20 cidades da região de Ribeirão Preto e 11 cidades da região de São José do Rio Preto. Participam da operação cerca de 50 delegados, 50 promotores de Justiça, 120 investigadores e 60 viaturas.

Entre os procurados estão sete empresários, três vereadores, três secretários municipais, seis advogados e funcionários públicos. As buscas foram realizadas em seis empresas, 18 prefeituras, 11 Câmaras Municipais, entre outros locais.

A investigação apontou possíveis fraudes em quatro concursos públicos e mais de 30 processos licitatórios para a contratação das empresas investigadas, que teriam recebido somente em 2014 e 2015 mais de R$ 2 milhões dos Poderes Públicos municipais em decorrência desses contratos.


G1



Voltar




 
















Notícias
Descalvado
Câmara Municipal
Esporte
Notas Policiais
Região
Brasil e Mundo
Geral
Música
Fotos
Canais
Conheça Nossa Cidade
Boca no Trombone
Horóscopo do Dia
Previsão do Tempo
Guia Rodoviário
Política Agora
Blogs e Colunas
Cozinhando com Aline
Marcos Felipe Chiaretto
Mexa-se
Utilidade Pública
Farmácia de Plantão
Balcão de Empregos
Notas de Falecimento
Guia Comercial
Consulte Multas
Interativo
Fale Conosco
Sugestão de Matérias
Anuncie no Descalvado Agora
Empregos
Fale Conosco
Descalvado Agora 2009-2018 - Todos os direitos reservados