Descalvado, 19 de Novembro de 2018 Busca:   
Região

Moradores de Rio Claro, SP, se unem para reduzir crimes após assassinato

28/09/2015

Vizinhos enviam mensagens de alerta em casos de situações suspeitas.
Ação conta com o apoio da Polícia Militar e surtiu efeito em outras cidades.




O assassinato de um médico de 67 anos levou moradores de Rio Claro SP a procurar mais opções de segurança. Após o homicídio, registrado em julho, vizinhos criaram grupos para a troca de mensagens sobre situações suspeitas e a medida, segundo a Polícia Militar, surte efeito nos índices de criminalidade.

o bairro Cidade Jardim, o grupo “Vizinhos em Alerta” já reúne 59 moradores que recorreram à união pela tecnologia para evitar casos como o de José Costa Filho. O médico passava o fim de semana na cidade e foi rendido após entrar com o carro na garagem. Ele foi baleado e não resistiu.

“Achei a iniciativa do grupo excelente”, disse uma moradora. “A gente se uniu e eu acredito que, no final, essa união pode melhorar a nossa segurança e a sensação de segurança”, completou.

No Jardim São Paulo, o trabalho da “Vizinhança Solidária” conta até com placas nos postes. O projeto no bairro também começou com o aplicativo e depois se expandiu com o apoio da Polícia Militar. Atualmente, são 120 famílias cadastradas.

“A Vizinhança Solidária está em fase inicial em alguns bairros de Rio Claro, especialmente no Jardim São Paulo, mas, em outras cidades onde o programa foi implantado, nós podemos ver que o resultado realmente é positivo, ou seja, há redução de índices criminais”, disse o capitão da PM Marcos Paulo Barreto.

“Segurança pública não se faz somente com o serviço policial. A participação da comunidade é essencial para um resultado favorável. Tanto é que a nossa Constituição Federal diz que a segurança pública é dever do Estado, mas direito e responsabilidade de todos. E a comunidade participa como? Denunciando condutas suspeitas em seu bairro, trocando informações entre os moradores, ou seja, o programa quer resgatar aquele sentimento de solidariedade entre os vizinhos”, afirmou o militar.

E solidariedade é uma palavra-chave para a iniciativa funcionar. “Quando a gente acha alguma coisa estranha perto da nossa casa, a gente coloca no grupo ‘tome cuidado com o carro tal, que está passando várias vezes aqui, é placa de fora’ ou uma pessoa estranha que está rondando o bairro”, explicou o corretor de seguros Gustavo Accioly. “É uma coisa bem bacana”, avaliou.

http://g1.globo.com/sp/sao-carlos-regiao/noticia/2015/09/moradores-de-rio-claro-sp-se-unem-para-reduzir-crimes-apos-assassinato.html



Voltar




 
















Notícias
Descalvado
Câmara Municipal
Esporte
Notas Policiais
Região
Brasil e Mundo
Geral
Música
Fotos
Canais
Conheça Nossa Cidade
Boca no Trombone
Horóscopo do Dia
Previsão do Tempo
Guia Rodoviário
Política Agora
Blogs e Colunas
Cozinhando com Aline
Marcos Felipe Chiaretto
Mexa-se
Utilidade Pública
Farmácia de Plantão
Balcão de Empregos
Notas de Falecimento
Guia Comercial
Consulte Multas
Interativo
Fale Conosco
Sugestão de Matérias
Anuncie no Descalvado Agora
Empregos
Fale Conosco
Descalvado Agora 2009-2018 - Todos os direitos reservados