Descalvado, 20 de Setembro de 2018 Busca:   
Brasil e Mundo

Bancos reabrem em grande parte do país nesta terça-feira

27/10/2015

Em Descalvado o atendimento voltou a sua normalidade




Os bancários da maior parte do país encerraram nessa segunda-feira 26 a greve da categoria, que durou 21 dias. Segundo a Confederação Nacional dos Trabalhadores de Ramo Financeiro Confraf, 60% das agências estavam paradas desde o dia 6 de outubro. Os trabalhadores dos estados de Mato Grosso e de Roraima decidiram continuar em greve.

A maior parte dos bancários, em assembleias na noite de ontem, aceitou o acordo proposto pela Federação Nacional dos Bancos [Fenaban], que ofereceu reajuste de 10% sobre os salários, a participação nos lucros e resultados [PLR] e o piso da categoria. Com o reajuste de 10 % sobre a PLR, os bancários garantiram que a parcela adicional será de 2,2% do valor do lucro líquido, distribuído linearmente. Também foi proposto um reajuste de 14% para os vales-refeição e alimentação.

De acordo com a presidente do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e região e uma das coordenadoras do Comando Nacional dos Bancários, Juvandia Moreira, com esse índice, em 12 anos, será possível acumular 20,83% de ganho real nos salários e 42,3% nos pisos. Para ela, esta paralisação “foi uma das mais fortes dos últimos anos e a conquista foi consequência da nossa luta e mobilização”.

Os bancos aceitaram abonar parte das horas não cumpridas durante a greve e os funcionários vão trabalhar uma hora a mais até o dia 15 de dezembro.

São Paulo e região

Em São Paulo, os bancários da capital, de Osasco e de 15 municípios da região voltam ao trabalho hoje. Na assembleia, na tarde de ontem, os trabalhadores decidiram aceitar a proposta Fenaban. A greve também foi encerrada em 78 cidades de vários estados, entre as quais, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Belo Horizonte e Curitiba.

A oferta patronal foi apresentada na sexta-feira [23], em rodada de negociações em São Paulo. No caso da correção dos vencimentos, houve uma pequena elevação sobre a última proposta, definida em 8,75%, mas que foi rejeitada pelos trabalhadores.

Alguns sindicatos promovem assembleias hoje [27] para decidir sobre o retorno às atividades.



Voltar




 
















Notícias
Descalvado
Câmara Municipal
Esporte
Notas Policiais
Região
Brasil e Mundo
Geral
Música
Fotos
Canais
Conheça Nossa Cidade
Boca no Trombone
Horóscopo do Dia
Previsão do Tempo
Guia Rodoviário
Política Agora
Blogs e Colunas
Cozinhando com Aline
Marcos Felipe Chiaretto
Mexa-se
Utilidade Pública
Farmácia de Plantão
Balcão de Empregos
Notas de Falecimento
Guia Comercial
Consulte Multas
Interativo
Fale Conosco
Sugestão de Matérias
Anuncie no Descalvado Agora
Empregos
Fale Conosco
Descalvado Agora 2009-2018 - Todos os direitos reservados