Descalvado, 20 de Novembro de 2018 Busca:   
Região

Projeto troca rede elétrica nas casas de famílias carentes em Porto Ferreira

28/10/2015

Até dezembro, Elektro vai atender moradores de oito bairros do município.
Lei federal obriga que parte da verba seja usada para ações de eficiência.





A concessionária de energia elétrica Elektro investe em um projeto para reformar as instalações elétricas de família carentes de oito bairros em Porto Ferreira [SP]. Com a conta cada vez mais alta, a troca dos fios deixa o sistema mais eficiente e evita perda de energia e dinheiro. Além disso, se não tiverem adequados pode ocorrer incêndios ou curto-circuitos.

Os alvos da empresa são casas com fiação totalmente irregular e ele mostra um exemplo em uma dessas moradias. "Essa fiação está inadequada até só para geladeira que esse daqui é o mesmo fio que é utilizado para a iluminação, mas aqui é uma tomada elétrica, então o fio ideal aqui seria o de 2,5 mm”, comentou o especialista em eficiência energética da concessionária, Sérgio Gatti.

“Além disso, ele está com uma tomada ligando três equipamentos e um deles é um micro-ondas e outro a geladeira. Você vê que são equipamentos que tem consumo elevado, então está totalmente irregular, está totalmente fora de segurança inclusive este tipo de ligação", acrescentou Gatti.

No chuveiro da casa foram encotrados mais problemas. "A espessura do fio não é adequada para chuveiro, esse fio está fino e seria adequado até para uma tomada ou um pouco mais que uma tomada, mas não para chuveiro. E também a isolação nós notamos que está usando aqueles saquinhos de supermercado. Isso é um perigo de isolação muito grande, esse material não foi feito para fazer a isolação na fiação e ainda pode causar incêndio", explicou o especialista.

Em outra casa é possível observar que está tudo mais bem organizado. Os fios têm diferentes tipos de espessura para cada tipo de uso, sendo um fio para a geladeira, outro para as lâmpadas, mas algumas coisas ainda precisam ser feitas para garantir a segurança da casa.

"Nós notamos que a fiação está em cima da madeira, essa madeira do telhado está bastante ressecada, então existe um risco de segurança também para isso. Você pode ver que tem pontos que não estão com fita isolante, isso também é preocupante", falou Gatti.

E os moradores já enfrentaram problemas durante o banho. "Esses dias pegou fogo e eu pensava que ia pegar fogo a casa toda, aí a gente correu e desligou o disjuntor lá na frente. E a menina estava tomando banho e ela saiu desesperada, ela não sabe falar direito e ficou uma situação meio complicada", afirmou a dona de casa Rosângela Conceição.

Rosângela desabafa que não tem condições para instalar tudo do jeito certo. Ela e mais três pessoas que moram na casa gastam em média R$ 90 por mês com a conta de luz. Com a nova instalação vai sobrar mais dinheiro. "É um dinheiro a mais para eu arrumar mais a minha casa", garantiu.

Projeto
Para aumentar a segurança e diminuir o desperdício com as instalações mal feitas, a concessionária de energia tem refeito a rede elétrica de várias casas de oito bairros de Porto Ferreira. O projeto foi criado para cumprir a lei federal que exige que 0,5% da receita anual das empresas sejam usadas em ações de eficiência energética.

A casa da aposentada Sebastiana Martins foi a primeira a receber a reforma. Todas as lâmpadas e interruptores foram trocados. A fiação elétrica que antes ficava exposta, agora está dentro dos conduites. E o chuveiro também não é o mesmo.

"Esse é um chuveiro eletrônico, qual é a vantagem dele comparando com o tradicional? chuveiro tradicional basicamente tem duas opções inverno ou verão ou desligado. Esse daqui você consegue dimensionar a temperatura da água que você quer, com isso, você consegue controlar a temperatura controlando o consumo de energia do chuveiro, mais fria menos energia", explicou o especialista.

A casa tem 20 metros quadrados e para fazer essas mudanças foram gastos R$ 2 mil. "No primeiro momento que a gente faz a substituição, a diferença vai ficar mais ou menos proporcional. No segundo mês em diante já tem 100% do sistema novo funcionando, a estimativa, depende de família para família, é algo em torno de 20% de economia de energia em uma residência total", finalizou Gatti.

"Eles foram uns anjos que caíram do céu porque se dependesse da gente, a gente não ia fazer nunca. [Economiza na energia] para ver se sobra alguma coisa para comprar remédio porque a coisa está difícil", contou Sebastiana.
O projeto vai até dezembro deste ano em Porto Ferreira. A partir de janeiro de 2016, os funcionários da concessionária vão refazer a rede elétrica de oito bairros de Leme. Os moradores não precisam fazer nenhum tipo de cadastro, pois a empresa vai visitar os moradores de baixa renda na cidade.


G1



Voltar




 
















Notícias
Descalvado
Câmara Municipal
Esporte
Notas Policiais
Região
Brasil e Mundo
Geral
Música
Fotos
Canais
Conheça Nossa Cidade
Boca no Trombone
Horóscopo do Dia
Previsão do Tempo
Guia Rodoviário
Política Agora
Blogs e Colunas
Cozinhando com Aline
Marcos Felipe Chiaretto
Mexa-se
Utilidade Pública
Farmácia de Plantão
Balcão de Empregos
Notas de Falecimento
Guia Comercial
Consulte Multas
Interativo
Fale Conosco
Sugestão de Matérias
Anuncie no Descalvado Agora
Empregos
Fale Conosco
Descalvado Agora 2009-2018 - Todos os direitos reservados