Descalvado, 16 de Novembro de 2018 Busca:   
Região

Fundação Casa de Araraquara tem 3 finalistas na Olimpíada de Matemática

04/11/2015

Menores infratores esperam mudar de vida com os estudos na unidade.
Escola Municipal da cidade teve o maior número de finalistas da rede.




Três menores infratores da Fundação Casa de Araraquara [SP] estão entre os finalistas da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas [Obmep]. Os adolescentes, que têm aulas durante a internação, já sonham em mudar o rumo da vida através dos estudos. Em todo o Estado de São Paulo, 558 jovens da fundação foram classificados para a segunda fase. O resultado final com a divulgação dos premiados sai no dia 27 de novembro.

Os três internos têm passagens por tráfico de drogas e viram na matemática uma segunda chance. Um rapaz de 16 anos, que é de Pirassununga, ficou sete meses longe da sala de aula. “Para voltar a estudar, foi muito difícil pegar o ritmo de novo. Pegamos e conseguimos passar nas olimpíadas”, afirmou.

O colega, de 17 anos, cumpre medida socioeducativa há quatro meses, sendo a terceira vez que passa pela Fundação Casa. Ele decidiu retomar os estudos e a dedicação valeu a pena. “Aqui a gente já se dedicou aos estudos. Fiquei muito feliz de saber que eu posso ter essa oportunidade de estar estudando e conseguindo, tendo a vitória”, destacou.

O professor Hugo Tortorelli lembra que os alunos venceram um grande obstáculo. “Eles vieram com uma defasagem muito grande, foram sanando essa defasagem e conseguiram conquistar”, disse.

Os alunos somaram esforços e agora dividem a alegria da conquista. “Você vai ganhar mais oportunidades, mais conhecimento. Um dia entrar em cursos, fazer uma faculdade”, disse o estudante.

Entre os 888.822 estudantes aprovados na primera fase da Obmep 2015 estão 558 adolescentes que cumprem medida socioeducativa na Fundação Casa, em São Paulo. O número de classificados é 2,9% maior do que o registrado no ano passado. Na edição de 2014, 542 chegaram até a fase final, e 37 receberam menção honrosa.

Escola com mais finalistas
A Escola Municipal de Ensino Fundamental Gilda Rocha de Mello e Souza teve 24 alunos selecionados, o maior número de finalistas da rede municipal na olimpíada. “Sempre me dei bem com matemática. Acho uma das matérias mais fáceis”, afirmou o estudante Carlos Augusto Santos, um dos finalistas.

A estudante Vivian Aparecida Soares da Silva também foi classificada. “Fiquei surpresa, mas muito feliz”, disse.

Eles estão ansiosos pelo resultado. “A gente vai trabalhando com eles durante o ano. Um ou dois meses antes começo a aplicar exercícios e atividades que podem cair na prova. Até para eles não se assustarem com uma coisa nova que nunca viram”, disse o professor Rodrigo Bolognese Manecolo.

Olimpíada
O concurso testa alunos do 6° ano do ensino fundamental ao 3° ano do ensino médio. Na 1ª fase, resolvem provas de múltipla escolha e os melhores são classificados para 2ª fase, em que terão de responder a questões dissertativas. Os melhores recebem medalhas, vagas em programa de iniciação científica e bolsas do CNPq.

G1



Voltar




 
















Notícias
Descalvado
Câmara Municipal
Esporte
Notas Policiais
Região
Brasil e Mundo
Geral
Música
Fotos
Canais
Conheça Nossa Cidade
Boca no Trombone
Horóscopo do Dia
Previsão do Tempo
Guia Rodoviário
Política Agora
Blogs e Colunas
Cozinhando com Aline
Marcos Felipe Chiaretto
Mexa-se
Utilidade Pública
Farmácia de Plantão
Balcão de Empregos
Notas de Falecimento
Guia Comercial
Consulte Multas
Interativo
Fale Conosco
Sugestão de Matérias
Anuncie no Descalvado Agora
Empregos
Fale Conosco
Descalvado Agora 2009-2018 - Todos os direitos reservados