Descalvado, 05 de Março de 2021 Busca:   
Descalvado

CETESB interdita área de transbordo e Prefeitura não sabe onde colocar o lixo da cidade

02/12/2015

Área de transbordo ou lixão a céu aberto? Com a interdição, Secretário Pinho não sabe onde depositar o lixo produzido diariamente na cidade



Na manhã desta quarta-feira, 02, a CETESB [Companhia Ambiental do Estado de São Paulo] interditou a área de transbordo de lixo de Descalvado. A interdição se deu pelo fato de que aquela área está totalmente irregular, colocando o meio ambiente e a saúde da população, sobre tudo da que vive no entorno da área, como os habitantes do bairro Bosque dos Tamanduás e Assentamento Horto Aurora.

O Descalvado Agora já havia feito inúmeras matérias informando a população quanto a irregularidade em se depositar o de lixo naquela área, localizada em meio a uma área de preservação ambiental, ás margens da SP-215.

Na teoria, aquela área, que existe desde 2009, deveria receber o lixo diário produzido na cidade, e também de forma diária, ser coletado e levado para o seu destino final, que atualmente é um aterro sanitário na cidade de Guatapará/SP, porém isso não vem acontecendo. Como a Prefeitura está inadimplente com a empresa que faz a coleta, a mesma não está levando o lixo da forma correta, o que acarretou em milhares de toneladas de lixo que estão depositadas diretamente sob o solo, colocando em risco de contaminação os lençóis freáticos existente no subterrâneo daquela área.

Secretário Pinho ainda não sabe o que fazer com o lixo da cidade
Entramos em contato com o Secretário de Planejamento, Desenvolvimento, Obras e Serviços Públicos, Luiz Antonio do Pinho [Pinho da Cabana], questionando-o quanto ao fato de que com a interdição do local, nenhum lixo mais pode ser depositado naquela área, e sendo assim, a partir de agora, onde seria transbordado o lixo produzido diariamente em Descalvado, para depois seguir para a cidade de Guatapará, porém o Secretário Pinho nos disse que ainda está estudando o que irá ser feito.

O fato é que diariamente são produzidas cerca de 30 toneladas de lixo residencial, e esse lixo precisa, e deve ser coletado das casas das pessoas que moram em Descalvado, porém é necessário que seja definida com urgência uma região, que receberá esse lixo, para posteriormente ser transportado para um local definitivo, e até o momento o Governo Henrique não sabe o que fazer.

Constantes queimadas
Constantemente o lixo que está depositado nessa área de transbordo vem sofrendo a ação criminosa de marginais, que incendeiam o local, talvez por pura maldade ou para diminuir a quantidade de lixo, mas isso gera graves problemas a saúde pública, os aquele lixo sólido se transforma em fumaça, muitas vezes tóxicas, que agridem a saúde das pessoas que moram na área sul da cidade.

CETESB
Entramos em contato com a Assessoria de Imprensa da CETESB, questionando quanto a interdição da área de transbordo, e obtivemos a informação de que anteriormente ao processo de interdição, a prefeitura de Descalvado havia sido advertida e multada diversas vezes devido à operação de transbordo de resíduos domésticos nessa área sem possuir as licenças ambientais, além da disposição inadequada de resíduos no solo e em local inapropriado para essa atividade, devido à fragilidade do solo e da cobertura vegetal de Cerrado.

As autuações iniciaram em 2010 com advertência e, devido ao não atendimento às determinações da CETESB, foram aplicadas 6 multas, culminando com aplicação de multa diária em 31/03/2015. Devido à continuidade de uso irregular dessa área como transbordo de resíduos, mesmo após a aplicação da multa diária, foi encaminhada proposta de interdição à Secretária de Meio Ambiente do Estado de São Paulo, que interditou a atividade nesse local.

A CETESB esclarece ainda que emitiu Licença de Instalação, em 13/10/2014, para uma área de transbordo de resíduos domésticos ao lado da futura Estação de Tratamento de Esgoto [ETE], entretanto, a prefeitura não implantou o sistema até a presente data.

Bomba no colo da administração
Essa interdição cai como uma verdadeira bomba no colo do Governo Henrique, que vivencia uma rejeição jamais vista por um governante em Descalvado, com críticas constantes quanto a falta de limpeza pública, não coleta regular de lixo das ruas, falta de medicamentos nos postos de saúde, ruas esburacadas e malfadada intervenção feita na Santa Casa, onde ficou configurado, segundo uma CPI feita pelos vereadores, o desvio de recursos públicos do único hospital da cidade.

Agora o Secretário Pinho da Cabana, juntamente com outros membros do governo precisam correr contra o tempo, pois diariamente o lixo é produzido em Descalvado, e não pode ficar acumulado na porta das residências.

Atualizado às 18h45



Voltar




 











Notícias
Descalvado
Câmara Municipal
Esporte
Notas Policiais
Região
Brasil e Mundo
Geral
Música
Fotos
Canais
Conheça Nossa Cidade
Boca no Trombone
Horóscopo do Dia
Previsão do Tempo
Guia Rodoviário
Política Agora
Blogs e Colunas
Cozinhando com Aline
Marcos Felipe Chiaretto
Mexa-se
Utilidade Pública
Farmácia de Plantão
Balcão de Empregos
Notas de Falecimento
Guia Comercial
Consulte Multas
Interativo
Fale Conosco
Sugestão de Matérias
Anuncie no Descalvado Agora
Empregos
Fale Conosco
Descalvado Agora 2009-2021 - Todos os direitos reservados