Descalvado, 16 de Novembro de 2018 Busca:   
Câmara Municipal

Guto Cavalcante cobra do Executivo informações sobre a realização dos testes do “olhinho” e da “orelhinha” na rede municipal

19/02/2016

O Prefeito Municipal Henrique Fernando do Nascimento terá que prestar informações ao Poder Legislativo pertinentes a não realização dos testes do olhinho e da orelhinha em recém-nascidos na rede municipal. O requerimento foi protocolado pelo vereador Guto Cavalcante, na sessão de 15 de fevereiro, visto que o mesmo foi procurado por algumas mães que teriam afirmado que os exames não têm sido realizados nos últimos meses.

Conselho Municipal de Educação
Na pauta de proposituras do vereador também constam os pedidos de cópia dos documentos referentes à composição dos seguintes conselhos: CACS - Conselho Municipal de Acompanhamento e Controle Social Do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e Valorização dos Profissionais da Educação – FUNDEB e Conselho Municipal de Educação, bem como cópia das atas das reuniões referente aos mesmos do ano de 2015. “Eu já disse que essas questões referentes à educação e ao FUNDEB precisam ser acompanhadas pelo Poder Legislativo, sobretudo a questão da aplicação do FUNDEB, que tem que ser administrada com transparência”.

Reforma de escolas
Outra questão abordada pelo vereador na sessão foram as reformas das quatro escolas municipais com orçamento previsto de R$ 1,4 milhões, aprovado em 2015. Guto se pronunciou na tribuna da Câmara e disse que tem conhecimento que algumas obras já realizadas, como a troca de telhas no telhado de um dos prédios foi usado material mais caro e mais ‘barulhento’ do que o antigo e em lugar onde não era necessário. Assim, Guto cobrou os vereadores que votaram favoráveis à verba das reformas, uma fiscalização nos prédios, a fim de verificar se o dinheiro está sendo aplicado a contento. “Para mim, vocês deram um cheque em branco para a Prefeitura, pois eles não apresentaram nenhuma planilha com previsão do que seria realizado no projeto de liberação do dinheiro, o que eu fui contra. Mas a maioria concordou que tinha que liberar o dinheiro e fiscalizar. Então peço que acompanhem o trabalho”.

Projeto “Vigor”
O vereador, que teve o projeto de lei de sua autoria rejeitado, lei que daria à Prefeitura a chance de tomar áreas abandonadas como a Vigor sem gastar dinheiro público, cobrou dos parlamentares que, na ocasião, votaram contra, uma atitude do Prefeito Municipal Henrique Fernando do Nascimento referente ao problema. “Se não cabia a um vereador apresentar esse tipo de projeto, então cobrem do prefeito que o mesmo envie o projeto para a Câmara objetivando que áreas abandonadas possam ser tomadas e cuidadas pelo município”.





Voltar




 
















Notícias
Descalvado
Câmara Municipal
Esporte
Notas Policiais
Região
Brasil e Mundo
Geral
Música
Fotos
Canais
Conheça Nossa Cidade
Boca no Trombone
Horóscopo do Dia
Previsão do Tempo
Guia Rodoviário
Política Agora
Blogs e Colunas
Cozinhando com Aline
Marcos Felipe Chiaretto
Mexa-se
Utilidade Pública
Farmácia de Plantão
Balcão de Empregos
Notas de Falecimento
Guia Comercial
Consulte Multas
Interativo
Fale Conosco
Sugestão de Matérias
Anuncie no Descalvado Agora
Empregos
Fale Conosco
Descalvado Agora 2009-2018 - Todos os direitos reservados