Descalvado, 13 de Novembro de 2018 Busca:   
Descalvado

Descalvado sai na frente e fará vacinação contra raiva

04/03/2016

Em setembro de 2015, o município foi o único a realizar a imunização na zona rural, atingindo 38% da população de cães e gatos. São quase 10 mil animais somando-se com a área urbana




Descalvado já se prepara para realizar a Campanha de Vacinação Antirrábica em cães e gatos numa parceria da Secretaria Municipal da Saúde, através da Vigilância Epidemiológica, Secretaria Municipal de Agricultura, Faculdade Unicastelo e Secretaria Municipal de Educação e Cultura [SEEC], que este ano está fazendo um trabalho de conscientização nas escolas da rede municipal de ensino. O dia “D” da vacinação está marcado para 12 de março, próximo sábado.

Serão 14 pontos fixos e quatro volantes utilizando-se de praças e escolas municipais durante todo o dia. Horários e locais programados estarão sendo divulgados no Facebook da Ouvidoria Municipal e sites de informação.

Nas duas últimas semanas uma equipe da Unicastelo, liderada pelo professor e coordenador do Curso de Medicina Veterinária, Luciano Melo, e do NASF [Núcleo de Apoio à Saúde da Família]- da Secretaria Municipal de Saúde visitaram as escolas municipais para a entrega de um folheto informativo sobre a raiva e falaram da importância de vacinar os animais de estimação. Essa divulgação também contou com o apoio da empresa Royal Canin, responsável pela impressão de 4.000 folhetos, representada pelo aluno estagiário Fillipe Barros [5º ano de Medicina Veterinária].

Os alunos do 9º ano de Medicina Veterinária, Ivan Ap. Regiani, Simone Hruschka e Ingrid Saldanha, juntamente com o professor Melo e professora Thalita [Área Preventiva] falaram aos alunos para que transmitissem aos pais a necessidade da vacinação dos cães e dos gatos, pois a raiva é uma doença que pode ser transmitida ao homem pela saliva e mordida de um cão e de um gato que esteja doente e pode ser letal.

“A raiva é uma doença letal que a partir do momento, tanto o animal quanto o ser humano adquire não tem cura e nem tratamento. Se uma pessoa estiver com os sintomas e desenvolver a doença ou ela morre ou pode ficar em estado vegetativo”, explicou o professor. “A vacinação é preventiva e como em todas as outras campanhas de vacinação fazemos a prevenção”, completou.

“A Educação é uma das parceiras neste trabalho este ano e a Unicastelo que sempre esteve presente em nossas parcerias, estamos fazendo pela primeira vez a campanha nas escolas e agradecemos o apoio da iniciativa privada, através da Royal Canin”, disse a diretora Municipal de Saúde, Luiza Tinelli que esteve acompanhando as equipes durante a visita no CAIC.

Raiva no município
O município de Descalvado tem o vírus da raiva fazendo ronda, segundo o professor Melo, pois foram registrados surtos entre 2010 e 2011 com casos de raiva em bovinos e equinos. “Por isso precisamos fazer um tratamento preventivo para que o vírus não chegue aos centros urbanos”, avisou.

Ainda no ano passado, o setor de Controle de Zoonoses da Secretaria de Agricultura realizou a captura de morcegos suspeitos de estarem contaminados pela raiva em várias propriedades rurais e enviou para análise a cabeça de animais mortos com suspeitas da doença. O chamado para a captura de morcegos é constante.

Algumas regiões que tiveram incidentes são mantidas em sigilo a pedido dos proprietários para não criar uma situação de alarme. Os casos podem estar relacionados a animais negociados em outras regiões fora do município.

38% dos animais foram vacinados em 2015
Descalvado tem ao todo 9.042 animais, sendo 7.894 cães e 1.148 gatos e foi o único a realizar a imunização em 2015, na zona rural e por isso sai na frente para a imunização urbana. Até onde se sabe nenhum município conseguiu fazer a Campanha contra a Raiva em 2015.

Foram aplicadas 3.002 doses em cães e 868 doses em gatos resultando um total de 38% de imunização animal contra a raiva, no mês de setembro do ano passado, em toda área rural do município, por ser o habitat preferido dos animais transmissores da raiva, o morcego. É Importante lembrar que o município registrou casos de morte animal por raiva.

As épocas pré-determinadas para as imunizações são de agosto a setembro, mas o município não vai correr o mesmo risco do ano passado de faltar vacinas e como a Secretaria de Estado da Saúde reconheceu o esforço já liberou as vacinas para 2016, portanto a imunização acontece agora em março.

Educação para a saúde
A divulgação e educação sobre a importância da imunização nas escolas, para alunos do ensino básico [de 1ª à 5ª série] é um trabalho inédito no município. Cinco escolas receberam as equipes da Saúde e Unicastelo para orientação em salas de aulas. AEMEF do CAIC , no Parque Morada do Sol foi a primeira, com visita feita no dia 24 de fevereiro à sala de aula da professora Josiane Calza [4º ano].

O trabalho de educação para a saúde com as crianças é fundamental, por serem a base de formação e influência dentro da família, ensinando e cobrando dos adultos.

O médico veterinário tem um papel muito importante neste processo, pois mais de 80% das doenças animais são transmissíveis ao homem e o trabalho preventivo faz com que não sobrecarregue a medicina humana.

“Educando as crianças, este ano acredito que mais adultos trarão os cães e gatos para vacinarem, consequentemente teremos uma maior amplitude de proteção no município”, encerrou professor Melo.





Voltar




 
















Notícias
Descalvado
Câmara Municipal
Esporte
Notas Policiais
Região
Brasil e Mundo
Geral
Música
Fotos
Canais
Conheça Nossa Cidade
Boca no Trombone
Horóscopo do Dia
Previsão do Tempo
Guia Rodoviário
Política Agora
Blogs e Colunas
Cozinhando com Aline
Marcos Felipe Chiaretto
Mexa-se
Utilidade Pública
Farmácia de Plantão
Balcão de Empregos
Notas de Falecimento
Guia Comercial
Consulte Multas
Interativo
Fale Conosco
Sugestão de Matérias
Anuncie no Descalvado Agora
Empregos
Fale Conosco
Descalvado Agora 2009-2018 - Todos os direitos reservados