Descalvado, 19 de Setembro de 2018 Busca:   
Região

Servidores públicos protestam contra cartão da Ecopag em São Carlos

12/04/2016

Eles alegam que comércio não aceitam por falta de repasse da empresa.
Funcionários se reuniram com o prefeito, mas não chegaram a um acordo.



Servidores municipais de São Carlos fizeram uma manifestação, nesta segunda-feira [11], contra a renovação do contrato entre a prefeitura e a empresa Ecopag, que fornece o vale- refeição para os funcionários públicos. Eles alegam que os restaurantes se recusam a aceitar o cartão por falta de repasse da empresa, que nega.

Os funcionários saíram da praça perto do mercado e com cartazes nas mãos percorreram 600 metros. Eles interditaram a rua episcopal por uma hora e ocuparam o pátio da prefeitura.

A Guarda Municipal impediu que os manifestantes subissem até o gabinete do prefeito. Os servidores alegam que não conseguem utilizar o vale refeição porque os comerciantes não recebem o repasse do dinheiro que deveria ser feito pela empresa Ecopag. Representantes dos funcionários se reuniram com o prefeito, mas não chegaram a um acordo.

Dados mostram uso do cartão
A Ecopag disse que já apresentou para a prefeitura de São Carlos números que contradizem os servidores. Os relatórios de transações comprovam que 92% dos créditos foram utilizados no mês de março, nos 54 restaurantes credenciados. Afirmou também que alguns estabelecimentos voltaram a aceitar o cartão.

A Prefeitura de São Carlos informou que, em março, 4 mil servidores usaram o cartão e que no começo de do mês pagou R$ 878 mil para a Ecopag.

O sindicato dos servidores afirma que, como os funcionários não conseguem usar com cartão nos restaurantes, com pratos que levam arroz e feijão, estão gastando em lanchonetes e pizzarias. Uma nova assembleia deve acontecer na quinta-feira [14] e até lá todos trabalham normalmente.

Reclamações do comércio
Em março, o Jornal da EPTV mostrou que restaurantes estavam deixando de aceitar o cartão. Segundo os comerciantes, a empresa não estaria repassando corretamente o dinheiro, o que gerava prejuízos. Apesar disso, o contrato foi renovado pela administração municipal por mais um ano. A Ecopag negou qualquer atraso nos pagamentos.


G1





Voltar




 
















Notícias
Descalvado
Câmara Municipal
Esporte
Notas Policiais
Região
Brasil e Mundo
Geral
Música
Fotos
Canais
Conheça Nossa Cidade
Boca no Trombone
Horóscopo do Dia
Previsão do Tempo
Guia Rodoviário
Política Agora
Blogs e Colunas
Cozinhando com Aline
Marcos Felipe Chiaretto
Mexa-se
Utilidade Pública
Farmácia de Plantão
Balcão de Empregos
Notas de Falecimento
Guia Comercial
Consulte Multas
Interativo
Fale Conosco
Sugestão de Matérias
Anuncie no Descalvado Agora
Empregos
Fale Conosco
Descalvado Agora 2009-2018 - Todos os direitos reservados