Descalvado, 23 de Julho de 2018 Busca:   
Região

Servidores municipais entram em greve em Américo Brasiliense

12/04/2016

Categoria fez manifestação em frente à prefeitura nesta segunda-feira.
Funcionários e município vão se reunir nas próximas horas para tentar acordo.



Servidores municipais de Américo Brasiliense [SP] entraram em greve nesta segunda-feira [11] como forma de cobrar o reajuste salarial de ao menos 3%. O sindicato da categoria afirma que a paralisação tem a adesão de metade dos 1,2 mil funcionários e a Prefeitura não quis se manifestar sobre o movimento.

As duas partes vão se reunir nas próximas horas para negociar e há uma audiência agendada na Gerência Regional do Ministério do Trabalho para discutir os pedidos dos servidores e a posição da administração.

Manifestação
A greve começou com um ato com cartazes e apitos em frente ao Paço Municipal. “Ainda bem que eu tenho saúde com 65 anos para andar a pé porque, do jeito que está, daqui a pouco vou ter que parar a moto, não vai dar para comprar gasolina para a moto”, disse o agente educacional Agenor Ramalho, um dos participantes.

A categoria queria reajuste salarial de 11%, mas, como no último dia 5 começou o período eleitoral e nessa época do ano nenhuma prefeitura pode dar aumento, os servidores querem agora pelo menos os 3% referentes aos primeiros meses do ano.

“Antes, você podia discutir mesmo dentro do período eleitoral o acumulado de 12 meses da inflação. A mudança agora permite negociação para remuneração apenas do acumulado no ano da eleição”, afirmou Marcelo Roldan, diretor do Sindicato dos Servidores.

Os funcionários disseram que, diante da inflação, está difícil viver com o salário que ganham e, enquanto não há acordo, as crianças ficam sem aula. “Agora a gente tem que se virar do jeito que pode”, comentou o operador de máquinas Mário Ferreira dos Santos, pai de dois filhos.

Boa Esperança do Sul
A reunião entre o Sindicato dos Servidores Públicos e a Prefeitura de Boa Esperança do Sul que estava prevista para a tarde desta segunda-feira para discutir a greve da categoria foi adiada.

A assessoria de imprensa informou que a administração municipal está concluindo um levantamento e deve apresentar na terça-feira [12] uma proposta para o fim do movimento.

De acordo com o sindicato, a greve na cidade reúne mais de 200 funcionários. A prefeitura, por sua vez, afirma que 150 pessoas aderiram à paralisação. O setor mais afetado pelo movimento é a Educação, com 1,6 mil estudantes atingidos, e o município afirma que as aulas perdidas serão repostas nas férias.


G1





Voltar




 
















Notícias
Descalvado
Câmara Municipal
Esporte
Notas Policiais
Região
Brasil e Mundo
Geral
Música
Fotos
Canais
Conheça Nossa Cidade
Boca no Trombone
Horóscopo do Dia
Previsão do Tempo
Guia Rodoviário
Política Agora
Blogs e Colunas
Cozinhando com Aline
Marcos Felipe Chiaretto
Mexa-se
Utilidade Pública
Farmácia de Plantão
Balcão de Empregos
Notas de Falecimento
Guia Comercial
Consulte Multas
Interativo
Fale Conosco
Sugestão de Matérias
Anuncie no Descalvado Agora
Empregos
Fale Conosco
Descalvado Agora 2009-2018 - Todos os direitos reservados