Descalvado, 19 de Setembro de 2018 Busca:   
Região

Lei vai obrigar uso de água da chuva em novos imóveis de São Carlos

10/05/2016

Casas com mais de 140 metros quadrados deverão ter o reservatório.
Aprovada na sexta-feira [6], determinação passa a valer em novembro.





Uma lei sancionada em São Carlos [SP] na última sexta-feira [6] exige a captação e o aproveitamento da água da chuva em imóveis com mais de 140 metros quadrados. A determinação passa a valer em novembro deste ano e, para serem aprovados, novos projetos de construção de casas terão que ter espaço destinado ao reservatório.

O objetivo da nova lei é utilizar os recursos naturais, combater o desperdício de água e preservar o meio ambiente. A ideia é que o proprietário do imóvel possa usar a água captada na irrigação de jardins, lavagem de veículos, descarga em vasos sanitários e limpeza em geral.
“A população vai ser beneficiada. Quando todos tiverem acesso, nós teremos menos água de chuva na sarjeta, na galeria pluvial e, consequentemente, menos enchentes”, disse o secretário municipal de Habitação, Márcio Marino.

Novos projetos
A nova lei diz que os reservatórios devem ter capacidade mínima de 2 mil litros, o que deve gerar um custo adicional de aproximadamente R$ 10 mil nas obras.

A aplicação se restringe aos imóveis novos, que ainda não foram protocolados no setor competente do município, e a não implementação do sistema acarretará na impossibilidade de expedição do ‘Habite-se’ como forma de sanção pelo descumprimento da legislação.

Realização de um sonho
A professora de química da Universidade Federal de São Carlos [UFSCar] Vânia Zuin já sonhava construir uma casa sustentável antes da determinação.
“Quero um sistema que possa tanto fazer a captação da água de chuva e o reuso dela, captar o máximo possível de energia solar e fazer o aquecimento dessa água, ter ar fresco para que eu não precise investir em colocar ar-condicionado”, disse.

Em Araraquara, o empresário Ademir Ramos implantou há três anos um sistema de captação e reuso de água da chuva na indústria de alumínio. Canos de PVC coletam a água das calhas e depositam nas caixas d´água e nas cisternas. Ao todo, são mais de 50 mil litros usados para descarga dos banheiros e limpeza.

Segundo Ramos, a economia é de até R$ 2 mil por mês. “Fiz primeiro pela necessidade de ajudar o meio ambiente e segundo pela economia que representa para a empresa. São duas coisas que casaram e dentro do projeto que consideramos e realizamos”, disse.


G1





Voltar




 
















Notícias
Descalvado
Câmara Municipal
Esporte
Notas Policiais
Região
Brasil e Mundo
Geral
Música
Fotos
Canais
Conheça Nossa Cidade
Boca no Trombone
Horóscopo do Dia
Previsão do Tempo
Guia Rodoviário
Política Agora
Blogs e Colunas
Cozinhando com Aline
Marcos Felipe Chiaretto
Mexa-se
Utilidade Pública
Farmácia de Plantão
Balcão de Empregos
Notas de Falecimento
Guia Comercial
Consulte Multas
Interativo
Fale Conosco
Sugestão de Matérias
Anuncie no Descalvado Agora
Empregos
Fale Conosco
Descalvado Agora 2009-2018 - Todos os direitos reservados