Descalvado, 18 de Novembro de 2018 Busca:   
Descalvado

Agulhas em seringas, cacos de vidros, giletes e espetos tem causado acidentes de trabalho

01/07/2016

Funcionários da coleta de lixo municipal fazem um apelo à população para que faça o descarte adequado de materiais que possam causar ferimentos



Esta semana um dos funcionários públicos municipais que trabalha na coleta de lixo doméstico se machucou três vezes com agulhas descartadas indiscriminadamente dentro do saco de lixo doméstico comum. Esse é um problema crônico que os servidores pedem a colaboração da população para que faça o descarte correto do material.

Segundo o motorista de um dos caminhões da coleta de lixo, Marcelo Santana, servidor público há 30 anos, disse que o descarte de certos materiais de forma inadequada junto ao lixo doméstico é o maior causador de afastamento dos funcionários do setor por acidente de trabalho.

O coletor de lixo Júlio Cesar Zelioli sofreu três acidentes só esta semana por perfuração de agulhas de insulina e agulhas em seringas utilizadas para aplicação de medicação em animais de grande porte [cavalos]. Toda vez que isso acontece o servidor é obrigado a parar o serviço e passar por consulta médica e ser submetido a alguns exames para verificar a possibilidade de contaminação.

O servidor público Márcio Pedruceli, também do setor de coleta de lixo já ficou afastado por 15 dias devido a um corte na palma da mão, ocasionado por garrafa de vidro quebrada colocada junto com o lixo comum.

Todos os funcionários são munidos de EPI - Equipamento de Proteção Individual – para o trabalho rotineiro da coleta de lixo nos bairros da cidade, mas não está sendo suficiente para se evitar os acidentes com alguns materiais cortantes e pontiagudos como os cacos de vidros, giletes, agulhas deixadas nas seringas e sem proteção e espetos de carne.

Os bairros próximos à Faculdade Unicastelo, onde consta ainda várias áreas rurais são os que apresentam maior incidência de seringas com agulhas para animais de grande porte, embora os materiais de risco descartados de forma irregular são encontrados em todos os pontos de coleta de lixo da cidade.

O motorista Santana faz um apelo e dá uma sugestão para que a população ao descartar materiais que possam machucar o funcionário durante a coleta de lixo, que corte uma garrafa Pet e coloque o material dentro fechando com a outra parte da garrafa e até passando uma fita para vedar, e depois sim poderá colocar junto ao lixo doméstico.

Orientação da Vigilância Sanitária
A Vigilância Sanitária Municipal informa que os moradores da região da Unicastelo podem entregar as agulhas e seringas usadas no Hospital Veterinário da Faculdade, onde é feita a coleta semanalmente de material infectante.

Os usuários de insulinas podem levar o material para descarte na unidade de saúde do bairro, mesmo que não tenha adquirido o material na unidade. Assim é o meio mais seguro e correto para descarte desses materiais que precisam de um descarte adequado.

No caso de cacos de vidros, quando pedaços grandes, pode ser enrolados em jornal ou outro tipo de papel e colocado ainda dentro de um saquinho, o que evitará que machuque o funcionário que faz a coleta dos sacos de lixos.




Voltar


Agulhas em seringas, cacos de vidros, giletes e espetos têm causado acidentes de trabalho


 
















Notícias
Descalvado
Câmara Municipal
Esporte
Notas Policiais
Região
Brasil e Mundo
Geral
Música
Fotos
Canais
Conheça Nossa Cidade
Boca no Trombone
Horóscopo do Dia
Previsão do Tempo
Guia Rodoviário
Política Agora
Blogs e Colunas
Cozinhando com Aline
Marcos Felipe Chiaretto
Mexa-se
Utilidade Pública
Farmácia de Plantão
Balcão de Empregos
Notas de Falecimento
Guia Comercial
Consulte Multas
Interativo
Fale Conosco
Sugestão de Matérias
Anuncie no Descalvado Agora
Empregos
Fale Conosco
Descalvado Agora 2009-2018 - Todos os direitos reservados