Descalvado, 19 de Setembro de 2018 Busca:   
Brasil e Mundo

Supremo derruba decisão de Justiça do RJ que bloqueou WhatsApp no Brasil

19/07/2016

O STF [Supremo Tribunal Federal] derrubou a decisão da juíza Daniela Barbosa de Souza, da 2ª Vara Criminal da Comarca de Duque de Caxias [RJ], que determinou o bloqueio do WhatsApp no Brasil.

De acordo com o G1, a ação foi impetrada no STF pelo PPS [Partido Popular Socialista] e foi julgada pelo ministro Ricardo Lewandowski. Segundo a decisão de Lewandowski, o bloqueio era desproporcional, pois o serviço de mensagens é usado “de forma abrangente, inclusive para intimações judiciais, e fere a segurança jurídica”.

Sobre a possibilidade de quebra da criptografia, o ministro foi mais cuidadoso, sugerindo que isso ainda deve ser estudo com mais cuidado. Diz o site do STF:

Com a medida, o serviço de mensagens deve ser desbloqueado em breve pelas operadoras.

Decisão do RJ Durante a tarde desta terça-feira, a juíza Daniela Barbosa de Souza determinou o bloqueio do WhatsApp até a empresa colaborar com dados para uma investigação criminal que está correndo sob sigilo. De acordo com as operadoras, o bloqueio passou a vigorar a partir das 14h00.

Além de romper o serviço no Brasil, a decisão prevê multa diária de R$ 50 mil a empresa por não colaborar com a Justiça local.

Jan Koum, CEO e fundador do WhatsApp, registrou sua frustração com o bloqueio do serviço no Brasil em um post no Facebook:

\"Estamos trabalhando para fazer o WhatsApp voltar a funcionar no Brasil. É chocante que em menos de dois meses após cidadãos brasileiros e legisladores rejeitarem o bloqueio de serviços com o WhatsApp, a história está se repetindo. Como antes, milhões de pessoas estão sem falar com amigos, pessoas amadas, clientes e colegas hoje, simplesmente porque estão solicitando informações que não temos.\"

Esta já é terceira vez que o WhatsApp é bloqueado no Brasil. A primeira foi em dezembro de 2015, enquanto a segunda foi em maio deste ano.

As razões são sempre as mesmas: pedidos jurídicos que não são atendidos pela empresa. Neste recente, a juíza ressaltou alguns pontos pouco abordados nas outras vezes. Foi citado, por exemplo, o fato de a companhia querer se comunicar apenas em inglês — sendo que tem grande número de usuários no Brasil — e por não ceder informações à Justiça. Foi dito, inclusive, que se a empresa não puder cumprir a legislação local, então ela não pode operar no país.

Como já dizemos por aqui, os repetidos bloqueios do WhatsApp no Brasil abriram um péssimo precedente para o país e não deveriam acontecer mais. Na última vez, ficamos pouco mais de um dia sem o serviço. Enquanto isso, o Telegram agradece. Aliás, dessa vez foram até tímidos, pois não chegaram nem a divulgar o número de novos usuários.





Voltar




 
















Notícias
Descalvado
Câmara Municipal
Esporte
Notas Policiais
Região
Brasil e Mundo
Geral
Música
Fotos
Canais
Conheça Nossa Cidade
Boca no Trombone
Horóscopo do Dia
Previsão do Tempo
Guia Rodoviário
Política Agora
Blogs e Colunas
Cozinhando com Aline
Marcos Felipe Chiaretto
Mexa-se
Utilidade Pública
Farmácia de Plantão
Balcão de Empregos
Notas de Falecimento
Guia Comercial
Consulte Multas
Interativo
Fale Conosco
Sugestão de Matérias
Anuncie no Descalvado Agora
Empregos
Fale Conosco
Descalvado Agora 2009-2018 - Todos os direitos reservados