Descalvado, 15 de Novembro de 2018 Busca:   
Descalvado

Após denúncia, Prefeitura cancela contrato de aluguel de prédio inacabado que teria valor mensal de R$ 3.850,00

23/07/2016

Procurador Geral do Município teria tomado conhecimento após veiculação de matéria no Descalvado Agora, e mandou cancelar o contrato





A Prefeitura cancelou o contrato de aluguel de um prédio, localizado no Jardim Ipê, que tinha o valor mensal da localização estipulado em R$ 3.850,00. Segundo as informações oriundas a administração municipal, esse prédio abrigaria as futuras instalações da circunscrição do CIRETRAN.

A locação desse prédio chamou a atenção de alguns vereadores oposicionistas, em especial por dois motivos. O primeiro foi pelo valor a ser pago pela prefeitura como aluguel, acordado em R$ 3.850,00 mensais, completamente incompatível com os valores praticados naquela região, que não é área central de Descalvado. O segundo motivo seria o de que o prédio não está pronto, estando ele em construção, como comprovou com fotos o vereador Vick Francisco em uma diligência feita pelo edil para conhecer o prédio alugado pelo município.

De acordo com as informações colhidas por nossa redação, o Procurador Geral do Município, Silvio Belini, teria tomando conhecimento da existência desse contrato somente após a veiculação de matéria publica no Descalvado Agora, informando que o vereador Vick estaria investigando uma possível irregularidade na locação de um prédio inacabado, e teria determinado o cancelamento do contrato.

Ainda de acordo com informações recebidas pelo Descalvado Agora, Henrique teria apenas assinado o contrato, sem o devido cuidado em lê-lo para saber do que se tratava, já que todo o processo de locação teria sido feito dentro da Secretaria de Administração, chegando ao ponto de referido processo de locação não ter sequer um parecer da Procuradoria dando aval a contratação.

Vale lembrar que a Secretaria de Administração à época da realização deste contrato estava sendo gerida por Leandro Cardoso, que foi sumariamente exonerado no início de julho.

Denúncia na Câmara
Apesar do contrato ter sido cancelado, ele poderia em tese gerar algum ônus para o município, já que é possível que ele tenha alguma cláusula de multa contratual. Nós questionamos a prefeitura quanto a existência de multa, porém até o momento não fomos informados se ela existe, mas o fato é que a Câmara já estava investigando o assunto, e a investigação poderá ter novos desmembramentos, pois segundo informações colhidas junto a alguns vereadores, Leandro Cardoso teria prestado depoimento espontâneo ao vereador Vick, onde em tese ele teria revelado um esquema irregular envolto nesse contrato, inclusive implicando o nome de uma pessoa que teria feito parte do Governo Henrique até poucas semanas.

Como o vereador Vick está de férias com a famílias, a expectativa é que teremos acesso a esse depoimento feito pelo ex-secretário Leandro Cardoso durante a próxima semana, já que nossa equipe de jornalismo requereu cópia à Câmara, com base na Lei de Acesso a informação.




Voltar


Prefeitura aluga prédio inacabado por R$.3.850,00/mês. Vick investiga possível irregularidade


 
















Notícias
Descalvado
Câmara Municipal
Esporte
Notas Policiais
Região
Brasil e Mundo
Geral
Música
Fotos
Canais
Conheça Nossa Cidade
Boca no Trombone
Horóscopo do Dia
Previsão do Tempo
Guia Rodoviário
Política Agora
Blogs e Colunas
Cozinhando com Aline
Marcos Felipe Chiaretto
Mexa-se
Utilidade Pública
Farmácia de Plantão
Balcão de Empregos
Notas de Falecimento
Guia Comercial
Consulte Multas
Interativo
Fale Conosco
Sugestão de Matérias
Anuncie no Descalvado Agora
Empregos
Fale Conosco
Descalvado Agora 2009-2018 - Todos os direitos reservados