Descalvado, 19 de Novembro de 2018 Busca:   
Região

Postos de Araraquara serão obrigados a informar qual combustível é mais vantajoso

26/07/2016

Lei de Araraquara estipula que percentual deve ser divulgado em cartazes.
Estabelecimentos que não apresentarem valores estarão sujeitos a multas.



Uma lei municipal de Araraquara obriga que os postos informem aos consumidores qual tipo de combustível, etanol ou gasolina, tem o preço mais vantajoso. Os estabelecimentos devem afixar o percentual por meio de cartazes ou letreiros informativos e têm 60 dias para se adaptar. A lei prevê multa de R$ 480,71 para o local que não cumprir a medida e o valor dobra em caso de reincidência.

Nos postos da cidade, o etanol é um pouco mais barato do que a gasolina. Em cartazes e no letreiro das bombas é possível verificar o preço dos combustíveis. Mas, na hora de abastecer, muitos motoristas não sabem qual compensa mais. “Eu não sei fazer a conta, deixo para meu marido fazer o cálculo”, brincou a psicóloga Kesia Tinta.

Para tentar ajudar os clientes, foi aprovada a nova lei. Com a medida, tomar a decisão na hora de abastecer vai ficar mais fácil. “Vai ser interessante realmente ter um aviso e uma lei que obriga a informação”, disse a agente educacional Daniela Correa da Silva.

Para o gerente de um posto da cidade, os cartazes vão diminuir as perguntas constantes dos clientes.
\"Pela oscilação de preço do etanol e da gasolina, várias pessoas não sabem fazer a conta do que compensa mais, então várias vezes os motoristas chegam ao posto e perguntam para o frentista”, falou Moacir Bombarde.

Cálculo
Segundo o professor de mecânica automobilística Leandro Paulo Morasco, o cálculo é simples.
“É só pegar o preço do litro do etanol e dividir pelo da gasolina. Se der menos que 0,70, compensa o motorista abastecer com etanol. Ou seja, só vale a pena abastecer com etanol se ele custar até 70% do valor da gasolina”, explicou.

Ainda segundo o professor, além do percentual, é importante que o motorista fique atento a outros fatores para economizar. “Manutenções influenciam bastante, o modo de conduzir, se o carro tem motor mais potente, tudo isso muda o consumo do carro”, disse Morasco.


G1





Voltar




 
















Notícias
Descalvado
Câmara Municipal
Esporte
Notas Policiais
Região
Brasil e Mundo
Geral
Música
Fotos
Canais
Conheça Nossa Cidade
Boca no Trombone
Horóscopo do Dia
Previsão do Tempo
Guia Rodoviário
Política Agora
Blogs e Colunas
Cozinhando com Aline
Marcos Felipe Chiaretto
Mexa-se
Utilidade Pública
Farmácia de Plantão
Balcão de Empregos
Notas de Falecimento
Guia Comercial
Consulte Multas
Interativo
Fale Conosco
Sugestão de Matérias
Anuncie no Descalvado Agora
Empregos
Fale Conosco
Descalvado Agora 2009-2018 - Todos os direitos reservados