Descalvado, 15 de Novembro de 2018 Busca:   
Descalvado

Fiscalização da SEMARH irá notificar e multar abusos no consumo de água

28/07/2016

Primeira multa será de dez UFESP. Reincidência de multa chega aos R$ 471,00. População está sendo orientada quanto ao uso racional da água para se evitar o racionamento


A partir desta semana os fiscais da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Recursos Hídricos [SEMARH] estarão orientando a população com relação ao uso racional da água com o objetivo de se evitar o desperdício, pois o período registra um aumento considerável no consumo da água no município. Estão disponíveis como canais de denúncias os telefones 0800-119311, 3583.2552 ou 3583.6807 e na rede social da Ouvidoria Municipal.

A persistência no uso indevido da água tratada após notificação irá gerar multa ao contribuinte no valor de dez UFESP [Unidade Fiscal do Estado de São Paulo - com o valor de R$ 23,55 até 31 de dezembro de 2016], ou seja, um total de R$ 235,50. Em caso de reincidência o valor da multa será dobrado.

Como já anunciado há duas semanas devido à ausência de chuvas e ao período de estiagem, a população tem consumido mais água para diversos fins. Com a preocupação de um possível racionamento o secretário Municipal do Meio Ambiente, Valdecir Marcolino está intensificando a fiscalização quanto ao uso indevido da água tratada para lavar calçadas e veículos e outros abusos.

Em primeiro momento a pessoa que for identificada cometendo abusos será orientada e notificada quanto ao uso racional da água com dicas de economia. No caso de reincidência haverá a aplicação irremediável da multa e em caso de persistência será aplicada nova multa com o valor dobrado, até R$ 471,00.

Estudo prevê a diminuição de chuvas no Sudeste. Em Descalvado chuva pode aparecer só na segunda semana de agosto
Há quase 60 dias sem uma boa precipitação de chuvas no município, o tempo se apresenta cada vez mais seco o que tem refletido no aumento considerável do consumo de água. Vale lembrar a seca de 2014 que assolou muitos municípios da região e todo o país e que graças à transposição feita do Córrego da Onça para os reservatórios oficias Descalvado não teve racionamento e manteve um controle no consumo de água durante todo o ano de 2015.

Parece que a população esqueceu o que significa economizar água e o que se tem visto são muitos moradores lavando diariamente calçadas e até mesmo o asfalto, sem o uso da vassoura, empurrando a sujeira com a mangueira. Muitos lavam por horas seus veículos e não seguem a cartilha do uso racional da água.

O meteorologista Paulo Nobre, do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais [Inpe/MCTI], abordou há um atrás [julho de 2015], a problemática da seca no Sudeste, em conferência da 67ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência [SBPC], UFSCar, em São Carlos [SP].

O Modelo Brasileiro do Sistema Terrestre [BESM, na sigla em inglês] abordado na Conferência prevê para os próximos anos períodos de estiagem na América do Sul como um todo, associados ao aumento na recorrência de dias com precipitação intensa em determinadas regiões, também prevê a frequência de enchentes em determinadas regiões, mas em resumo aponta uma diminuição das chuvas no Sudeste, no Nordeste e na Amazônia.

De acordo com o site Climatempo só lá pelo dia 08 de agosto, segunda-feira é que a chuva deve chegar a Descalvado, com pancadas de chuvas à tarde e noite, enquanto isso o tempo permanece seco com a maior parte dos dias o céu limpo. Essa previsão pode sofrer mudanças até a data.

Dicas para um consumo consciente
1. Reutilize a água sempre que possível;

2. Programe a máquina de lavar de acordo com a situação real das roupas: só as muito sujas requerem dois enxágues - procure também lavar todas as peças de uma única vez, na capacidade máxima da máquina;

3. No verão, evite regar as plantas entre 9 e 17 horas, quando o processo de evaporação é mais intenso - no inverno, regue em dias alternados;

4. Restos de produtos tóxicos como tinta, polidores de metal e móvel, naftalina e óleo, não devem ser descartados na pia, no ralo ou no solo, pois contaminam os lençóis freáticos;

5. Além de reciclar os materiais, repense o uso daquilo que é essencial na hora de comprar;

6. Prefira produtos de limpeza que não degradem o meio ambiente. Água e sabão são suficientes para limpar a maioria dos ambientes e objetos da casa;

7. Procure não levar animais de estimação à praia porque eles transmitem doenças por meio da água ou da areia;

8. Verifique se o hidrômetro [relógio de água] de sua casa tem vazamentos;

9. Evite comprar alimentos embalados em plástico ou isopor [que demandam grande gasto de água]. E prefira transportá-los em sacolas próprias de lona ou pano.

10. Evite lavar carros e calçadas com mangueiras, vassoura hídrica, utilize balde e reutilize a água que sai da máquina de lavar roupas.





Voltar




 
















Notícias
Descalvado
Câmara Municipal
Esporte
Notas Policiais
Região
Brasil e Mundo
Geral
Música
Fotos
Canais
Conheça Nossa Cidade
Boca no Trombone
Horóscopo do Dia
Previsão do Tempo
Guia Rodoviário
Política Agora
Blogs e Colunas
Cozinhando com Aline
Marcos Felipe Chiaretto
Mexa-se
Utilidade Pública
Farmácia de Plantão
Balcão de Empregos
Notas de Falecimento
Guia Comercial
Consulte Multas
Interativo
Fale Conosco
Sugestão de Matérias
Anuncie no Descalvado Agora
Empregos
Fale Conosco
Descalvado Agora 2009-2018 - Todos os direitos reservados