Descalvado, 14 de Novembro de 2018 Busca:   
Descalvado

Prefeito Becão avança para iniciar o tratamento do esgoto de Descalvado

22/01/2017

Depois de oito anos de interdição da ETE, órgãos do Estado se unem para que a administração municipal cumpra o previsto no Programa Água Limpa: 100% de esgoto tratado



O prefeito municipal de Descalvado Becão Reschini recebeu em seu gabinete uma equipe técnica do DAEE [Departamento de Água e Energia Elétrica/ Secretaria de Saneamento e Recursos Hídricos do Estado de São Paulo] para início de uma das tratativas mais importantes para o município: colocar em funcionamento em definitivo o projeto que tratará 100% do esgoto do município.

Interditada há cerca de oito anos por determinação da Justiça Local, a ETE – Estação de Tratamento de Esgoto, localizada na estrada intermunicipal Descalvado x Porto Ferreira consumiu mais de R$ 4 milhões de recursos do Governo, provenientes do Programa Água Limpa, sem contar o valor gasto pela municipalidade para a desapropriação da área de implantação e que até agora nunca tratou uma gota sequer do esgoto da cidade, que continua sendo despejado in natura nos rios.

O impasse estava na colocação ou não da manta geossintética [impermeável] exigida pela Justiça e pela CETESB [Companhia Ambiental do Estado de São Paulo] que evitaria qualquer possível vazamento nas lagoas de tratamento para o lençol freático. Depois de tanto tempo de muitas discussões e análises técnicas a obra começa a apresentar degradação em sua estrutura podendo ser totalmente perdida.

Na presença do diretor do DAEE, no último dia 13 – sexta-feira, Carlos Eduardo Nascimento Alencastre e dos engenheiros civis Adolfo Monteiro Moraes e Thel Rocha, o prefeito Becão e seu vice Luiz Carlos Vianna entregaram um ofício relatando todas as fases do impasse criado que só vem prejudicando a cidade e seu meio ambiente, quando já deveria estar tratando o esgoto e limpando os rios.

Os representantes do DAEE se comprometeram a enviar uma equipe técnica para realizar um levantamento do estado da obra e o que será necessário para se fazer os reparos, além de empenhar recursos para que o Estado providencie a colocação da manta geossintética o mais rápido possível, pois vale ressaltar que a responsabilidade do projeto e da obra é inteiramente do Estado, o que impossibilitou o município de tomar demais providências.

Sem o funcionamento da ETE Descalvado fica também impedido, de acordo com o Plano Diretor aprovado, de obter recursos para realizar novos loteamentos e empreendimentos, entre muitas outras ações.

O secretário municipal de Meio Ambiente e Recursos Hídricos [SEMARH], Valdecir Marcolino solicitou uma audiência com o secretário Estadual de Meio Ambiente, Ricardo Salles para agilizar as questões burocráticas, recuperação, finalização e enfim o funcionamento da ETE. Todos aguardam a confirmação da data para essa audiência no gabinete do secretário Salles, que será em breve.

Fotos:
Prefeito Becão entregando ofício ao diretor Alencastre, na presença de Vianna, Marcolino e toda equipe do DAEE






Voltar




 
















Notícias
Descalvado
Câmara Municipal
Esporte
Notas Policiais
Região
Brasil e Mundo
Geral
Música
Fotos
Canais
Conheça Nossa Cidade
Boca no Trombone
Horóscopo do Dia
Previsão do Tempo
Guia Rodoviário
Política Agora
Blogs e Colunas
Cozinhando com Aline
Marcos Felipe Chiaretto
Mexa-se
Utilidade Pública
Farmácia de Plantão
Balcão de Empregos
Notas de Falecimento
Guia Comercial
Consulte Multas
Interativo
Fale Conosco
Sugestão de Matérias
Anuncie no Descalvado Agora
Empregos
Fale Conosco
Descalvado Agora 2009-2018 - Todos os direitos reservados