Descalvado, 12 de Novembro de 2018 Busca:   
Descalvado

Secretaria de Saúde recebe certificado de contribuição em campanha de teste de HIV e Sífilis

07/04/2017

No ano passado, durante a Campanha Estadual, Descalvado realizou 343 testes, dos quais apenas um deu positivo para HIV e três para Sífilis



A Saúde Municipal de Descalvado recebe a certificação de participação na 9ª Campanha Estadual de Testagem do HIV e da Sífilis – Fique Sabendo, realizada de novembro a dezembro do ano passado, sob o comando da diretora Municipal de Saúde Luíza Tinelli e da enfermeira responsável pela Vigilância Epidemiológica, Maria de Lourdes Cordeiro Santana. O Governo do Estado certifica que o município contribuiu para o enfrentamento da epidemia de HIV/AIDS e DST do Estado, realizando uma ação estratégica para a ampliação do diagnóstico precoce das doenças.

A campanha é realizada todo ano no mesmo período, através do Programa Estadual de DST/AIDS-SP , com encerramento em 1º de dezembro, data que se comemora o Dia Mundial da AIDS.

Nesta campanha, Descalvado realizou 343 testes rápidos, dos quais apenas um deu positivo HIV e três positivos para sífilis. Segundo as informações da Secretaria Municipal de Saúde, esses pacientes já se encontram em tratamento na Vigilância Epidemiológica.

“Hoje, no nosso município estão em tratamento 48 pacientes, mas sabemos que o número é bem maior [notificado SINAN- Sistema de Informação de Agravos de Notificação], pois têm os que não fazem tratamento nenhum ou preferem fazer tratamento em outras cidades”, explica a enfermeira Lourdes.

Por que fazer o teste de AIDS
De acordo com relatos da Saúde Municipal, saber do contágio pelo HIV precocemente aumenta a expectativa de vida do soropositivo. Quem busca tratamento especializado no tempo certo e segue as recomendações do médico ganha em qualidade de vida.

As mães soropositivas têm 99% de chance de terem filhos sem o HIV se seguirem o tratamento recomendado durante o pré-natal, parto e pós-parto.

A orientação é para quem passou por uma situação de risco, como ter feito sexo desprotegido ou compartilhado seringas, é de que faça o exame, que pode ser feito de forma anônima.

Além da coleta e da execução dos testes, há um processo de aconselhamento, antes e depois do teste, para facilitar a correta interpretação do resultado pelo paciente. O testes são realizados no Centro de Saúde “Dr. Vital Brasil” [ Rua Bezerra Paes 221 – Centro] de segunda a sexta das 8 às 10h30 e das 14 às 16h.

O diagnóstico
O diagnóstico da infecção pelo HIV é feito a partir da coleta de sangue. No Brasil, os exames são laboratoriais e os testes rápidos, que detectam os anticorpos contra o HIV em até 30 minutos, através da coleta de uma gota de sangue da ponta do dedo. Esses testes são realizados gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde [SUS].

A infecção pelo HIV pode ser detectada com, pelo menos, 30 dias a contar da situação de risco. Isso porque o exame [o laboratorial ou o teste rápido] busca por anticorpos contra o HIV no sangue. Esse período é chamado de janela imunológica.

Foto: Diretora de Saúde Luiza e enfermeira chefe da Vigilância Epidemiológica, Lourdes, responsáveis pela campanha 2016





Voltar




 
















Notícias
Descalvado
Câmara Municipal
Esporte
Notas Policiais
Região
Brasil e Mundo
Geral
Música
Fotos
Canais
Conheça Nossa Cidade
Boca no Trombone
Horóscopo do Dia
Previsão do Tempo
Guia Rodoviário
Política Agora
Blogs e Colunas
Cozinhando com Aline
Marcos Felipe Chiaretto
Mexa-se
Utilidade Pública
Farmácia de Plantão
Balcão de Empregos
Notas de Falecimento
Guia Comercial
Consulte Multas
Interativo
Fale Conosco
Sugestão de Matérias
Anuncie no Descalvado Agora
Empregos
Fale Conosco
Descalvado Agora 2009-2018 - Todos os direitos reservados