Descalvado, 13 de Novembro de 2018 Busca:   
Descalvado

Professora do Ciclo I introduz o bordado como forma de aprendizado

15/08/2017

Além de desmistificar a questão de que só a mulher borda, o projeto trata de valores e o trabalho como um trabalho, independente de quem o realiza


Professora do Ensino Fundamental Integral da EMEF CAIC "DR. Cid Muniz Barreto" introduz aulas de artesanato - Oficina de Bordado em Ponto Cruz - para 25 alunos do 3º ao 5 ano, promovendo o aprendizado através de atividades lúdicas, que buscam atender demandas sociais cotidianas significativas para esse público.

A iniciativa da profa. Sônia de Oliveira Souza é trabalhar ao longo do ano letivo atividades diferenciadas dos conteúdos programados para o Ciclo I. A Oficina de Bordado busca resgatar antigas técnicas de bordado instruindo o aluno a saber manusear a agulha, exercitando coordenação motora fina, as habilidades manuais, cartografia através da leitura dos gráficos, a concentração, a disciplina, e a imaginação, promovendo a concentração, e a percepção da construção gradativa do seu conhecimento para um novo modo de pensar a vida.

“O ensino e a aprendizagem tornam-se uma maneira mais fácil do indivíduo manter sua autonomia, por meio do conhecimento. O conhecimento em si, abrange vários parâmetros diversos na sociedade. Pois, a sociedade requer e precisa de pessoas que tenham um bom respaldo, apresentando ideias transformadoras, e ao mesmo tempo competitivas”, explica Sônia e acrescenta que o aprendizado modifica e transforma o sujeito desde a infância até a idade adulta.

As aulas de artesanato incluem desenhos matemáticos, mesmo quando se usa moldes, para que os alunos entendam as medidas e gráficos usados na execução do trabalho, exigindo planejamento, raciocínio, habilidades manuais e noção estética. Sônia diz que além de desenvolver inúmeras habilidades, o projeto ainda buscar no próprio educando esta visão, de que o entendimento do bordar como um passo a passo mais próximo de uma reflexão sobre o que significa o ato de fazer, possibilitando ao mesmo uma forma de renda futura para sua própria sobrevivência.

Esse trabalho também desmistifica a questão do bordado como um trabalho feminino. Mostra apenas a questão do trabalho realizado, ou seja, a capacidade criativa que cada um possui. Além de trabalhar a questão de valores, trabalho é apenas trabalho e pode ser realizado indiferente do gênero de quem o realiza.




Voltar


Professora do Ciclo I introduz o bordado como forma de aprendizado


 
















Notícias
Descalvado
Câmara Municipal
Esporte
Notas Policiais
Região
Brasil e Mundo
Geral
Música
Fotos
Canais
Conheça Nossa Cidade
Boca no Trombone
Horóscopo do Dia
Previsão do Tempo
Guia Rodoviário
Política Agora
Blogs e Colunas
Cozinhando com Aline
Marcos Felipe Chiaretto
Mexa-se
Utilidade Pública
Farmácia de Plantão
Balcão de Empregos
Notas de Falecimento
Guia Comercial
Consulte Multas
Interativo
Fale Conosco
Sugestão de Matérias
Anuncie no Descalvado Agora
Empregos
Fale Conosco
Descalvado Agora 2009-2018 - Todos os direitos reservados