Descalvado, 15 de Novembro de 2018 Busca:   
Descalvado

Becão chama as funerárias para resolver o problema do Velório Municipal

30/09/2017

Enquanto o atual prédio passar por melhorias, a prefeitura dará o start ao projeto de construção de um novo Velório, ao lado do Cemitério


Entre as décadas de 70 e 80 que o ex-prefeito Tomás Vita construiu o Velório Municipal, localizado no centro da cidade e de lá para cá muita coisa mudou, além do crescimento urbano e populacional o local já não atende mais a demanda sobre a velação de entes. O local ficou pequeno e sofre com o incômodo da movimentação no trânsito, nos momentos do cortejo fúnebre. Esta semana o prefeito Becão Reschini e o vice Luiz Carlos Vianna tomaram uma decisão em parceria com as funerárias.

Em reunião realizada na última terça-feira, 26, no Palácio do Povo, entre prefeito, vice, Direção de Gabinete e os representantes das duas funerárias que atendem o município, Nossa Senhora do Belém e Santa Luzia, foram apontadas as dificuldades em se manter o velório e na atual localização que se encontra. O vereador Ricci também esteve presente e acompanhou a reunião.

Nos últimos anos, outras administrações sofreram a pressão de se promover melhorias no prédio do Velório Municipal, bem como a cobrança de um novo projeto, para que o Velório tenha um prédio construído ao lado do Cemitério Municipal, assim como é em várias cidades da região.

Segundo informações do Gabinete, há muita dificuldade em se delegar responsabilidades, pois desde que o Velório foi instituído não há qualquer documentação legal que diga quem deva cuidar do espaço, o uso tem sido pelas funerárias que prestam serviços à comunidade descalvadense.

Com isso, ficou decidido nesta reunião que os empresários farão uma parceria com a prefeitura na realização de uma reforma ‘temporária’, melhorando o aspecto interno do prédio, bem como nos banheiros e pisos. A parte da área externa deverá receber uma cobertura para melhor abrigar os parentes dos entes, em dias de chuvas e de sol forte. Quanto a aumentar o espaço para a velação de corpos, no momento não será possível por não haver mais área disponível para tal.

As funerárias se comprometeram a colaborar com o novo projeto do Velório, que deverá ser acoplado à frente do Cemitério, do lado esquerdo para quem vem pela entrada principal.

A administração não quer falar em prazos, pois já se passaram tantos anos aguardando essas mudanças que sempre acabaram entravadas por uma questão e outra. No novo prédio, algumas novas regras serão seguidas, como por exemplo, o horário de funcionamento que será das 7 às 22h.

O novo horário já é seguido nos velórios da região, o que garante maior segurança ao patrimônio público e às pessoas que participam da velação de um corpo, não ficando expostas à ação de bandidos e delinquentes, durante as altas horas.

O Velório nas proximidades do Cemitério também eliminará o desconforto do cortejo fúnebre cortar a cidade até o enterro, interferindo na rotina do trânsito.

Um episódio ocorrido no mês de julho, durante a Procissão dos Caminhoneiros, em homenagem a São Cristóvão chamou a atenção das autoridades locais, para a necessidade de se transferir de fato o Velório para outro local. Durante a procissão, que passava ao lado do Velório havia uma família com muitos parentes e amigos velando um ente querido. O barulho e a movimentação causaram profunda tristeza nos familiares que se manifestaram em redes sociais e canal da Ouvidoria Municipal.





Voltar




 
















Notícias
Descalvado
Câmara Municipal
Esporte
Notas Policiais
Região
Brasil e Mundo
Geral
Música
Fotos
Canais
Conheça Nossa Cidade
Boca no Trombone
Horóscopo do Dia
Previsão do Tempo
Guia Rodoviário
Política Agora
Blogs e Colunas
Cozinhando com Aline
Marcos Felipe Chiaretto
Mexa-se
Utilidade Pública
Farmácia de Plantão
Balcão de Empregos
Notas de Falecimento
Guia Comercial
Consulte Multas
Interativo
Fale Conosco
Sugestão de Matérias
Anuncie no Descalvado Agora
Empregos
Fale Conosco
Descalvado Agora 2009-2018 - Todos os direitos reservados