Descalvado, 18 de Novembro de 2018 Busca:   
Câmara Municipal

Daniel cobra conserto de relógios de ponto da Prefeitura

02/11/2017

O vereador Daniel Bertini [PMN] cobra da Prefeitura que mande consertar e coloque em funcionamento os 40 relógios de ponto, dos quais apenas quatro estão funcionando atualmente. Questiona também a grande quantidade de horas extras que estão sendo feitas e pagas aos servidores do Executivo.

“Recebi resposta de um ofício e, confesso, fiquei assustado. Dos 40 relógios de ponto, só quatro estão funcionando, na Prefeitura, no Almoxarifado, na Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos e na represa do Rosário”, afirma.

“Ao mesmo tempo, a quantidade de horas extras que estão sendo pagas é absurda. É uma farra de horas extras. A situação é grave. A Prefeitura também está gastando muito com processos trabalhistas por conta de casos de desvio de função”.

Daniel quer saber qual o valor para o pagamento das horas extras e em qual ou quais setores se faz mais horas extras. Ele questiona o que custa menos, se o conserto dos relógios de ponto ou o pagamento de tantas horas extras.

“Não desmerecendo a necessidade que algumas pastas se encontram, pela escassez de mão de obra, porém tantas horas extras resultam em altos valores que são subtraídos dos cofres públicos quando todos são somados e contabilizados mensalmente”, pontua.

O vereador lembra que, movido a denúncias, o Ministério Público [MP] deu prazo de 120 dias para o Executivo resolver o problema dos relógios de ponto.





Voltar




 
















Notícias
Descalvado
Câmara Municipal
Esporte
Notas Policiais
Região
Brasil e Mundo
Geral
Música
Fotos
Canais
Conheça Nossa Cidade
Boca no Trombone
Horóscopo do Dia
Previsão do Tempo
Guia Rodoviário
Política Agora
Blogs e Colunas
Cozinhando com Aline
Marcos Felipe Chiaretto
Mexa-se
Utilidade Pública
Farmácia de Plantão
Balcão de Empregos
Notas de Falecimento
Guia Comercial
Consulte Multas
Interativo
Fale Conosco
Sugestão de Matérias
Anuncie no Descalvado Agora
Empregos
Fale Conosco
Descalvado Agora 2009-2018 - Todos os direitos reservados