Descalvado, 19 de Setembro de 2018 Busca:   
Descalvado

Equipe de Controle de Vetores inicia a colocação de armadilhas para captura do ‘mosquito-palha’

14/04/2018

A equipe do controle de vetores do município de Descalvado recebeu um treinamento e orientações de profissionais da SUCEN [Superintendência de Controle de Endemias] para a colocação de armadilhas em pontos estratégicos da área urbana do município, para a realização de pesquisa e captura de flebótomos [popularmente conhecidos como mosquito-palha]

Essa pesquisa iniciou-se no último dia 9 de abril e deve se estender até o próximo dia. A armadilha para a captura do mosquito é colocada a noite e retirada na manhã do dia seguinte. Os pontos escolhidos para colocação das armadilhas foram os locais onde há maior possibilidade de encontrar esses vetores, como galinheiros, locais com muitas árvores e umidade.

A pesquisa dos flebótomos [mosquito-palha] está sendo realizada na área urbana, pois ele é responsável por transmitir uma doença chamada Leishmaniose Visceral. Essa doença ataca os órgãos e 90% dos casos causam morte. Até o momento não há casos desta doença no município; porém já ocorreram casos de Leishmaniose Tegumentar, que é uma doença transmitida por mosquitos do mesmo gênero, e são comumente encontrados na área rural, principalmente em ranchos, onde são locais propícios para seu desenvolvimento, pois são locais úmidos. Na ocorrência de cães serem picados pelo mosquito, os animais também podem desenvolver a doença.

A doença não é contagiosa e não é transmitida diretamente de uma pessoa para outra, nem de um animal para outro, tampouco de animais para pessoas. A transmissão ocorre apenas através da picada do mosquito fêmea infectado.

Recomendações:
* Lembre-se de usar produtos repelentes de insetos nos ambientes que favorecem o desenvolvimento destes mosquitos;

* Mantenha a casa limpa e o quintal livre dos criadores de insetos. O mosquito-palha vive nas proximidades das residências, preferencialmente em lugares úmidos, mais escuros e com acúmulo de material orgânico. Ataca nas primeiras horas do dia ou ao entardecer;

* Coloque telas nas portas e janelas;

* Dê destino adequado ao lixo doméstico, sempre deixando bem embalado. Isso ajuda a manter afastados roedores que podem servir reservatório dos parasitas;

* Mantenha a distância de pelo menos 400 ou 500 metros entre as residências e a mata nas áreas de maior risco;

* Cuide bem da saúde do seu cão. Ele poderá transformar-se num reservatório doméstico do parasita que será transmitido para pessoas próximas e outros animais não diretamente, mas por meio da picada do mosquito vetor da doença, quando ele se alimenta do sangue infectado de um hospedeiro e pica pessoas ou animais sadios, estes desenvolvem a doença;





Voltar




 
















Notícias
Descalvado
Câmara Municipal
Esporte
Notas Policiais
Região
Brasil e Mundo
Geral
Música
Fotos
Canais
Conheça Nossa Cidade
Boca no Trombone
Horóscopo do Dia
Previsão do Tempo
Guia Rodoviário
Política Agora
Blogs e Colunas
Cozinhando com Aline
Marcos Felipe Chiaretto
Mexa-se
Utilidade Pública
Farmácia de Plantão
Balcão de Empregos
Notas de Falecimento
Guia Comercial
Consulte Multas
Interativo
Fale Conosco
Sugestão de Matérias
Anuncie no Descalvado Agora
Empregos
Fale Conosco
Descalvado Agora 2009-2018 - Todos os direitos reservados