Descalvado, 22 de Julho de 2018 Busca:   
Descalvado

Prefeito age com rapidez e eficácia, fazendo com que ‘greve dos caminhoneiros’ não interrompesse aulas e de serviços essenciais em Descalvado

29/05/2018

Ao contrário de que vem ocorrendo na maioria das cidades da nossa região - bem como em boa parte dos municípios brasileiros – em razão da greve dos caminhoneiros, a agilidade na tomada de decisões por parte do Prefeito Municipal Antonio Carlos Reschini – o Becão, e o seu vice, Luiz Carlos Vianna, evitou, até o momento, a interrupção dos serviços considerados essenciais, bem como a paralização de aulas dos alunos da rede municipal de ensino, de creches e de escolas infantis.

Desde que a paralização dos caminhoneiros ganhou força, em meados da semana passada, Becão e Luiz Carlos mobilizaram todas as Secretaria Municipais para definir algumas estratégias para eventual gerenciamento de crise em razão do desabastecimento, tanto de combustíveis quanto de insumos e alimentos. A prioridade, segundo determinação do Prefeito, é a de garantir a manutenção dos serviços básicos da área da saúde – especialmente do transporte de pacientes que estão sob tratamentos de risco [quimioterapia, radioterapia, hemodiálise, cardíacos, dentre outros] -, assim como a continuidade do serviço de recolhimento de lixo doméstico, evitando o acúmulo em ruas e calçadas da cidade.

Outro ponto priorizado ainda na semana passada pela administração municipal, foi quanto a não paralização [já a partir desta segunda-feira, dia 28] das aulas da rede municipal de ensino, bem como das creches e das escolas infantis. Informado pelo Secretário de Educação e Cultura, Professor Marco A. Pratta, sobre o planejamento que foi feito pela secretaria para garantir o transporte de estudantes e o funcionamento do Serviço Municipal de Alimentação Escolar, o Prefeito Becão deu o aval necessário para que as aulas e a merenda fossem mantidas até a próxima quarta-feira [30], sem que haja qualquer prejuízo às crianças e alunos.

COLETA DE LIXO – Quanto à coleta de lixo doméstico, a Secretaria de Obras e Serviços Públicos também priorizou o serviço, interrompendo momentaneamente a circulação de outros veículos que não são essenciais ao serviço público, de forma a garantir o combustível necessário para que o caminhão de lixo continue circulando até a próxima quarta-feira, dia 30. Em várias cidades do país, a coleta de lixo já foi paralisada desde a última sexta-feira.

TRATAMENTO E DISTRIBUIÇÃO DE ÁGUA – Outra preocupação do Prefeito Becão e do Vice Luiz Carlos foi em relação ao sistema de tratamento e distribuição de água. Já há notícias de que algumas cidades tem tido dificuldades em receber os produtos químicos necessários para o tratamento da água distribuída. De acordo com Secretário de Abastecimento e Recursos Hídricos, Valdecir Marcolino, desde o início da mobilização dos caminhoneiros, a secretaria já adotou um controle mais rígido na utilização do produtos químicos utilizados no tratamento da água, tanto na Estação de Tratamento de Água [ETA], localizada ao lado da Praça Deolindo Zaffalon, quanto nos 18 [dezoito] poços artesianos que fazem parte do sistema. Com a gestão que está sendo empregada, a Semarh pôde garantir que o sistema opere normalmente até meados da próxima semana, sem qualquer risco de desabastecimento.

Outra ação da Semarh foi quanto à suspensão momentânea dos serviços programados, como por exemplo, a ligação de novos pontos de água. A medida visa economizar combustível da frota da secretaria, sendo que neste momento, somente estão sendo realizados atendimentos emergenciais [vazamentos de água e esgoto].

GESTÃO RESPONSÁVEL – No início da manhã desta segunda-feira [2], o Prefeito convocou uma nova reunião com todo o secretariado, diretores e assessores, cuja pauta foi inteiramente dedicada ao gerenciamento da crise de abastecimento de combustíveis e de produtos em decorrência da greve dos caminhoneiros. O prefeito e o vice-prefeito ouviram de cada gestor público cada uma das ações que foram e estão sendo adotadas, e apesar de se mostrarem satisfeitos com os resultados apresentados, e a efetiva manutenção dos serviços essenciais, pediram o empenho de todos. “Vamos segurar aquilo que for possível para garantir o funcionamento daquilo que é essencial. Não vamos esperar acontecer [o pior] para depois ter que correr atrás do prejuízo. Neste momento, precisamos do empenho de todas as secretarias, para que a nossa população continue a contar com todos os serviços essenciais”, destacou o prefeito Becão.

Já o vice-prefeito falou da importância do entrosamento das equipes para garantir a normalidade dos serviços. “É muito importante mantermos esse entrosamento das secretarias durante esse momento de crise, em razão do desabastecimento de combustíveis e de diversos outros produtos. Com esse espírito de equipe e com a competência que cada um dos membros desta administração possui, conseguiremos superar este momento delicado pelo qual o país atravessa”, enfatizou.

ESTADO DE EMERGENCIA – Mesmo com todas as ações tomadas, o Prefeito Municipal decretou, também nesta segunda-feira [28], ‘Estado de Emergência Pública na Prestação de Serviços Públicos do Poder Executivo’. A medida visa garantir, caso necessário, a continuidade de alguns serviços que correm risco de paralização, caso a greve dos caminhoneiros se prolongue por mais tempo.
O documento prevê que, em razão da paralização nacional dos transportadores de cargas, que completou oito dias nesta segunda-feira, a Prefeitura Municipal poderá - unicamente em razão de garantir à população descalvadense o acesso a todos os serviços públicos indispensáveis à vida, e ante ao eminente estado de calamidade pública - requisitar a compra de bens e serviços diretamente de fornecedores, mediante cotações prévias de preços e declaração de impossibilidade de fornecimento por parte das empresas que já estão devidamente habilitadas no Poder Executivo Municipal.

O Decreto Municipal N.º 4.745 também prevê que poderão ser requisitados serviços de segurança pública de forma a garantir que o município tenha o regular abastecimento dos bens e serviços, adquiridos durante o período de emergência, o que significa dizer que a Prefeitura de Descalvado poderá inclusive requisitar escolta policial em eventuais aquisições, de modo a garantir que os serviços essenciais não sejam prejudicados durante o período de greve dos caminhoneiros.

A medida já foi colocada em prática, sendo que manhã desta terça-feira [29], um dos estabelecimentos comerciais habilitados para fornecer combustível para a frota municipal já recebeu um pedido, do qual estará sendo destinado exclusivamente para o abastecimento de veículos utilizados nos serviços essenciais e emergenciais.




Voltar


Prefeito age com rapidez e eficácia, fazendo com que ‘greve dos caminhoneiros’ não interrompesse aul


 
















Notícias
Descalvado
Câmara Municipal
Esporte
Notas Policiais
Região
Brasil e Mundo
Geral
Música
Fotos
Canais
Conheça Nossa Cidade
Boca no Trombone
Horóscopo do Dia
Previsão do Tempo
Guia Rodoviário
Política Agora
Blogs e Colunas
Cozinhando com Aline
Marcos Felipe Chiaretto
Mexa-se
Utilidade Pública
Farmácia de Plantão
Balcão de Empregos
Notas de Falecimento
Guia Comercial
Consulte Multas
Interativo
Fale Conosco
Sugestão de Matérias
Anuncie no Descalvado Agora
Empregos
Fale Conosco
Descalvado Agora 2009-2018 - Todos os direitos reservados