Descalvado, 23 de Março de 2019 Busca:   
Descalvado

Descalvado corre risco de surto de dengue, aponta levantamento da Secretaria de Saúde

02/03/2019

O serviço de Controle de Vetores da Secretaria de Saúde de Descalvado realizou durante os dias 7 a 11 de janeiro, o levantamento do Índice de Breteau [Avaliação de Densidade Larvária-ADL], onde foram visitados 556 imóveis distribuídos na área urbana do município. Este índice mostra como está a infestação de larvas do Aedes Aegypti – o mosquito transmissor da dengue, Zika e Chikungunya – nos imóveis da cidade, e quais são os principais recipientes que servem de criadouro para o inseto.

O resultado foi de 11,7%, ou seja, a cada 100 imóveis visitados, aproximadamente 12 possuíam recipientes com água e larvas do mosquito, caracterizando risco de surto de dengue. Em janeiro do ano passado esse resultado era de 3%, o que representa um aumento de mais de 390%.

De acordo com o chefe da equipe de Controle de Vetores, Silvio Donizete Franceschini, o Ministério da Saúde classifica como “risco de surto de dengue” quando o índice é superior a 4,0.

Segundo Franceschini, o ADL também expressa, por meio de números, qual é o hábito da população. “É possível constatar quais regiões da cidade que não estão tendo a devida atenção por parte dos moradores, e por isso foram encontradas as larvas do mosquito da dengue. Além disso, também detectamos quais os recipientes que mais acumulam água nas residências”, explicou.

Dentre os bairros visitados, foram encontrados 12 criadouros no Jardim Albertina, 10 no Centro, 9 na Vila Franco, 7 no Morada do Sol, 6 no Santa Cruz das Almas, 5 no Jardim do Lago, 4 no Ricardo Cesar e na Vila Melki, 3 no Recanto dos Ipês I, 2 no Tamanduá e no Santa Cruz, 1 no São Cristóvão e no Parque Universitário.

Já nas residências visitadas, os recipientes que mais apresentavam criadouros foram pratos de vasos [15], latas utilizáveis e não utilizáveis [11], vasos de plantas diversos [8], lonas [5], depósitos de água não ligados a rede [4], e matérias de construção, depósitos para horticultura, peças/sucatas e baldes [3].

Como é feito o LIRAa
O município é dividido em setores censitários, seguindo os parâmetros do IBGE. De forma aleatória, é feito um sorteio para definir quais serão os imóveis pesquisados.

A partir disso, a equipe de Controle de Vetores sai a campo, e se os índices de infestação predial forem:
- Inferiores a 1%: estão em condições satisfatórias
- De 1% a 3,9%: estão em situação de alerta
- Superior a 4%: há risco de surto de dengue





Voltar




 
















Notícias
Descalvado
Câmara Municipal
Esporte
Notas Policiais
Região
Brasil e Mundo
Geral
Música
Fotos
Canais
Conheça Nossa Cidade
Boca no Trombone
Horóscopo do Dia
Previsão do Tempo
Guia Rodoviário
Política Agora
Blogs e Colunas
Cozinhando com Aline
Marcos Felipe Chiaretto
Mexa-se
Utilidade Pública
Farmácia de Plantão
Balcão de Empregos
Notas de Falecimento
Guia Comercial
Consulte Multas
Interativo
Fale Conosco
Sugestão de Matérias
Anuncie no Descalvado Agora
Empregos
Fale Conosco
Descalvado Agora 2009-2019 - Todos os direitos reservados