Descalvado, 11 de Novembro de 2019 Busca:   
Brasil e Mundo

Opinião: Qual a importância da democratização do cinema no Brasil?

04/11/2019

A redação do Enem deste ano teve como tema a "democratização do acesso ao cinema no Brasil". Milhões de estudantes de todas as regiões do país se debruçaram sobre carteiras de milhares de escolas na tarde do último domingo para levantar discussões e propor soluções para a importância do acesso à sétima arte. Mas por que esse tema é relevante e merece ser discutido de forma ampla pela sociedade brasileira?

O cinema surgiu na Europa no final do século XIX e revolucionou para sempre o mundo das artes. Rapidamente as produções que começaram em preto e branco e sem som, no chamado "cinema mudo", foram se aperfeiçoando e ganhando cada vez mais recursos tecnológicos, que vão desde cor, passando por recursos sonoros e gráficos, como os "efeitos especiais", até os 3, 4 e 5Ds dos últimos anos. Com o tempo, muitos gêneros surgiram e foram ganhando espaço no gosto popular, mas o cinema nunca abandonou sua essência de protesto. É importante lembrar que o cinema é arte e arte provoca, contesta e critica, esse é o seu papel.

Filmes, documentários, curtas, são fonte de entretenimento, mas também trazem conhecimentos, debates e reflexões importantes para a população. Uma sociedade que consome arte é uma sociedade que pensa e reflete sobre os seus problemas. No Brasil, apesar de avanços nas últimas décadas, o acesso ao cinema ainda não é democrático. Falar que cinema no Brasil é um luxo pode até parecer comédia, mas é um drama vivido por milhões de pessoas. Isso por que os preços dos ingressos ainda são bastante elevados para uma família de em média quatro pessoas, que sobrevive com um salário mínimo ao mês, realidade da maioria dos brasileiros.

O cinema no Brasil é elitizado. E como tal se concentra em grandes centros urbanos de regiões ricas do país. É muito comum que não exista cinemas em cidades pequenas e até de médio porte no interior. Se essa é uma realidade experimentada por nós no estado mais rico do país, imaginem só em regiões mais carentes do Brasil, onde nem mesmo o saneamento básico é uma realidade?

É realmente provável que instalar um cinema em uma cidade de cinco mil habitantes não seja a atitude mais lucrativa que uma empresa faria. Mesmo porque um plano de saúde pensaria o mesmo ao instalar ou não um hospital nessa cidadezinha. É por isso que existe o Estado, para assegurar saúde a essa população e da mesma forma assegurar educação, entretenimento e cultura, por meio da arte, no caso, através do cinema. Essa é a importância de órgãos de fomento para a produção artística de produtos audiovisuais principalmente em relação ao cinema nacional e mais do que isso a solução para a garantia de uma democratização do acesso ao cinema no Brasil.

Por Felipe Lamellas - Graduando em Jornalismo pela Unesp

Fonte: https://www.portoferreirahoje.com.br





Voltar




 
















Notícias
Descalvado
Câmara Municipal
Esporte
Notas Policiais
Região
Brasil e Mundo
Geral
Música
Fotos
Canais
Conheça Nossa Cidade
Boca no Trombone
Horóscopo do Dia
Previsão do Tempo
Guia Rodoviário
Política Agora
Blogs e Colunas
Cozinhando com Aline
Marcos Felipe Chiaretto
Mexa-se
Utilidade Pública
Farmácia de Plantão
Balcão de Empregos
Notas de Falecimento
Guia Comercial
Consulte Multas
Interativo
Fale Conosco
Sugestão de Matérias
Anuncie no Descalvado Agora
Empregos
Fale Conosco
Descalvado Agora 2009-2019 - Todos os direitos reservados