Descalvado, 18 de Novembro de 2018 Busca:   
Região

Laudo conclui que estudante morto na Tusca foi vítima de afogamento

17/11/2010

Atestado de óbito também apontou asfixia e traumatismo craniano como causas da morte

O atestado de óbito do estudante Ricardo Mitsuo Iwahashi, de 21 anos, encontrado morto dentro de um córrego na manhã de sábado (13), em São Carlos, apontou que as causas da morte foram asfixia, afogamento e traumatismo craniano.

O universitário de engenharia da computação na Escola Politécnica da USP, em São Paulo, foi encontrado após a realização do corso, trio elétrico que percorre a cidade, da Taça Universitária de São Carlos (Tusca).

O inquérito sobre a morte do estudante só deve ser concluído em 30 dias. O laudo do Instituto Médico Legal (IML) também deve ser divulgado nesse período. O delegado que cuida das investigações, Aldo Donizete Del Santo, disse que o corpo não apresentava sinais de violência, apenas escoriações e traumatismo possivelmente provocados pela queda.

Ele ainda explicou que não há indícios de crime e nem a certeza de morte por acidente.

O corpo de Iwahashi estava no córrego da Avenida Trabalhador Sãocarlense, perto da USP. Ele viajou de carro para a cidade acompanhado por dois colegas que fizeram o reconhecimento do estudante.

A Tusca

Ao todo, foram cinco dias de festa. A abertura com o corso reuniu cerca de 30 mil estudantes e várias ruas foram interditadas nos quase dez quilômetros de percurso. Até um helicóptero Águia foi usado no policiamento, mas nem todos os cuidados foram suficientes para garantir a segurança dos participantes.

A festa foi marcada por exageros, principalmente pelo consumo de bebida alcoólica. Alguns estudantes passaram mal, ou ficaram visivelmente alterados. Um flagrante da equipe da EPTV mostrou um rapaz pulando no Córrego Tijuco Preto. Para sair, ele recebe a ajuda de colegas. Um deles leva de outro jovem um empurrão com o pé, que poderia ter causado uma queda de quase três metros.

No ano passado, um rapaz chegou a cair no córrego. Foi preciso a ajuda de dois socorristas para que ele fosse retirado da água. O jovem não se feriu e voltou para a festa.

A empresa médica contratada pelos organizadores da Tusca, registrou 268 ocorrências durante o corso. Muitos estudantes tiveram intoxicação alcoólica.

Também foram atendidas pessoas com dor de cabeça, pressão baixa, fraturas e torções. Oito foram levadas para a santa casa.

O Samu e o pronto-socorro da Avenida São Carlos atenderam mais 74 jovens, sendo a maioria embriagada. No Hospital Escola, mais 17 pessoas chegaram com intoxicação alcoólica.

A Polícia Militar recebeu 62 ligações de moradores incomodados com o barulho, mas considerou os atendimentos, de uma forma geral, normais para uma festa desse porte. O comandante da PM de São Carlos, capitão Paulo César Belonci, justificou a forma de agir com cerca de 200 estudantes que queriam entrar no shopping durante o corso. "Houve uma 'forçada de uma grande quantidade de pessoas, inclusive tacando pedra e pedações de pau em policiais. Nós primeiro fizemos o uso da palavra e depois munição química e o cacetete", disse.

Um biólogo, que preferiu não se identificar, já havia encaminhado no ano passado um pedido de segurança e cuidado ambiental ao Ministério Público. Ele refez o percurso do corso depois da festa e viu muito lixo e mudas de árvores arrancadas.

A Prefeitura de São Carlos informou que se reunirá nesta quarta-feira (17) com os bombeiros, PM e os organizadores da Tusca para avaliar o evento. Os responsáveis pela organização disseram que só vão se pronunciar depois da conclusão do laudo sobre a morte do estudante.




 
















Notícias
Descalvado
Câmara Municipal
Esporte
Notas Policiais
Região
Brasil e Mundo
Geral
Música
Fotos
Canais
Conheça Nossa Cidade
Boca no Trombone
Horóscopo do Dia
Previsão do Tempo
Guia Rodoviário
Política Agora
Blogs e Colunas
Cozinhando com Aline
Marcos Felipe Chiaretto
Mexa-se
Utilidade Pública
Farmácia de Plantão
Balcão de Empregos
Notas de Falecimento
Guia Comercial
Consulte Multas
Interativo
Fale Conosco
Sugestão de Matérias
Anuncie no Descalvado Agora
Empregos
Fale Conosco
Descalvado Agora 2009-2018 - Todos os direitos reservados