Descalvado, 19 de Novembro de 2018 Busca:   
Notas Policiais

A Secretaria de Saúde reforça alerta para cuidados contra a dengue

13/01/2011

Com o aumento do calor e do volume das chuvas nos últimos dias, a Secretaria de Saúde reforça o alerta à população para que aumente os cuidados visando o combate ao mosquito transmissor da dengue. O Ministério da Saúde, por intermédio do ministro José Gomes Temporão, em setembro do ano passado alertou para o fato de que o estado de São Paulo é uma das unidades da Federação que poderá sofrer uma grave epidemia de dengue já nos primeiros meses de 2011.

A Secretaria de Saúde também alerta para os cuidados que os munícipes devem tomar antes de viajarem para o período de férias. Com antecedência, limpar as calhas das residências; cobrir ou guardar em locais fechados entulhos, restos de obras, pneus, garrafas e demais objetos alojados no quintal; repor a areia nos vasos que estão dentro de casa; retirar ou virar o prato dos vasos que estão no quintal ou jardim; verificar se a caixa d’água está bem tampada.

Ao sair em viagem, recomenda-se baixar a tampa dos vasos sanitários; fechar ralos de pias e chão, assim como os do quintal e áreas de lazer; clorar e cobrir a piscina; deixar a lixeira bem tampada; colocar de boca par abaixo garrafas, vasos e baldes vazios; e recolher as vasilhas de água e comida de animais domésticos.

De acordo com o chefe de Controle de Vetores, Sílvio Donizete Franceschini, já é esperado um alto índice de Breteau no município. Para enfrentar o problema da dengue, já no próximo dia 24 de janeiro começam os mutirões pelos bairros, visando eliminar possíveis criadouros do mosquito Aedes aegypti, que é o transmissor da doença. Os trabalhos vão começar pelos bairros Santa Cruz, Bela Vista, São Sebastião e Paola.

Primeiro caso – Descalvado confirmou o primeiro caso importado de dengue. Um motorista contraiu a doença em outro município, porém chegou na cidade com poucos riscos de transmissão. Foram tomadas as medidas cabíveis, como o bloqueio do controle de criadouros, mas não foi necessário o trabalho de nebulização – de acordo com as orientações fornecidas pela Sucem (Superintendência de Controle de Endemias), autarquia estadual ligada à Secretaria de Saúde.

Casos suspeitos – Em casos de suspeita de dengue, o paciente deve apresentar dois os mais dos seguintes sintomas: febre por até sete dias, dor de cabeça, dor ao redor dos olhos, dores musculares, dor nas articulações, prostração, distúrbios alimentares, náuseas, vômitos, diarréia, erupções na pele e dor abdominal.
Nesse caso, o paciente deve ser orientado a se dirigir imediatamente a qualquer uma das unidades de Saúde, inclusive nas Unidades de Saúde da Família, para tratamento. A dengue, quando não tratada adequadamente, mata.



Voltar


 
















Notícias
Descalvado
Câmara Municipal
Esporte
Notas Policiais
Região
Brasil e Mundo
Geral
Música
Fotos
Canais
Conheça Nossa Cidade
Boca no Trombone
Horóscopo do Dia
Previsão do Tempo
Guia Rodoviário
Política Agora
Blogs e Colunas
Cozinhando com Aline
Marcos Felipe Chiaretto
Mexa-se
Utilidade Pública
Farmácia de Plantão
Balcão de Empregos
Notas de Falecimento
Guia Comercial
Consulte Multas
Interativo
Fale Conosco
Sugestão de Matérias
Anuncie no Descalvado Agora
Empregos
Fale Conosco
Descalvado Agora 2009-2018 - Todos os direitos reservados