Descalvado, 18 de Novembro de 2018 Busca:   
Região

Caso Daiane: assassino era bem encaixado socialmente, diz delegado da DIG

24/01/2011

Fonte: São Carlos Agora

Foi preso, na madrugada deste domingo (23), Cristiano Salvador Barbosa, 27 anos, assassino confesso da adolescente Daiane Maria Camargo Teodoro, 17 anos. O crime ocorreu dia 7 deste mês, no CDHU Vila Isabel. Apesar de já ter passagem pela polícia, por estupro, cárcere privado e desacato, ele exercia função de confiança como encarregado de estoque de uma empresa de publicidade da cidade. Tinha mulher e dois filhos. "Ele era bem encaixado socialmente, tinha uma família e estava inserido no contexto social", ressalta o delegado responsável pelas investigações, Edmundo Ferreira Gomes.

A Polícia Civil esteve envolvida em uma série de investigações. “Informações da inteligência, análise dos meios eletrônicos mais empenho em campo, com interrogatórios e fontes das mais diversas naturezas, formaram um quebra cabeça, onde cada peça é importante... e chegou a um resultado muito bom, pois identificou todo o crime”, esclareceu o delegado.

A equipe seguiu duas linhas de investigação. No início, o principal suspeito era o ex-namorado de Daiane. Paralelamente, ao analisarem as conversas, via internet (MSN), foi descoberta a relação virtual que Daiane mantinha com o acusado desde meados de Novembro do ano passado. O relacionamento virtual tomou certa força porque o acusado morava no CDHU da Vila Isabel, mesmo local que reside o irmão da vítima.

Segundo depoimento do acusado, eles apenas se viam na localidade, sem contato pessoal até a tarde do crime, apenas por celular. Cristiano “Demonstrou um arrependimento formal”, afirmou o delegado. Ele assumiu o assassinato e o estupro à polícia e contou ainda todos os detalhes do crime que foi previamente articulado e friamente praticado.

“Ele afirma que foi para a casa da vítima com a intenção de ter um relacionamento sexual com ela, voluntário ou não”, esclarece o delegado. O acusado entrou no apartamento, trancou a porta e propôs o relacionamento. Daiane negou, o que iniciou a violência. O acusado forçou a relação e, para encobrir o crime de estupro amarrou e amordaçou Daiane com objetos localizados na própria casa (fita, corda, etc.). Simulou um roubo no apartamento, logo após degolar a vítima com uma faca encontrada no local. Antes de matá-la, repetiu o crime de estupro, ainda com a garota no chão.

Para evitar que o sangue dela se espalhasse, Cristiano fez uso de um travesseiro que estava no berço da sobrinha de Daiane, que ela cuidava há pouco mais de 15 dias. A criança, apesar de não ter consciência do que ocorreu, assistiu a tudo e foi abandonada junto com o corpo pelo assassino.

A arma do crime foi escondida pelo acusado longe do local onde praticou o crime. A Polícia o acompanhou, hoje, para localizar o objeto. Futuramente ocorrerá a reconstituição do crime em local ainda não informado.

O irmão da vítima e sua esposa, pais da garotinha que Daiane cuidava no dia do crime, também compareceram à delegacia hoje de manhã. Ele se mostrou indignado com o caso, mas aliviado com a prisão. Afirma conhecer o acusado por morarem próximos, mas jamais imaginado que algo assim pudesse acontecer.

O preso será encaminhado ao Centro de Triagem de São Carlos e será transferido para um presídio fora da cidade. As investigações continuam a fim de colher provas que servirão para fundamentar o futuro julgamento do mesmo.




Voltar


 
















Notícias
Descalvado
Câmara Municipal
Esporte
Notas Policiais
Região
Brasil e Mundo
Geral
Música
Fotos
Canais
Conheça Nossa Cidade
Boca no Trombone
Horóscopo do Dia
Previsão do Tempo
Guia Rodoviário
Política Agora
Blogs e Colunas
Cozinhando com Aline
Marcos Felipe Chiaretto
Mexa-se
Utilidade Pública
Farmácia de Plantão
Balcão de Empregos
Notas de Falecimento
Guia Comercial
Consulte Multas
Interativo
Fale Conosco
Sugestão de Matérias
Anuncie no Descalvado Agora
Empregos
Fale Conosco
Descalvado Agora 2009-2018 - Todos os direitos reservados