Descalvado, 07 de Abril de 2020 Busca:   
Câmara Municipal

Marco Galetti quer resolução para problema do esgoto no Tamanduá

02/06/2011

O grave problema apresentado pelo sistema de esgoto do Bosque do Tamanduá motivou a atuação do vereador Marco Antonio Galetti (PT) no Legislativo descalvadense.

Parte do bairro localiza-se em um declive e o esgoto precisa ser bombeado. Entretanto, especialmente, nas residências da parte mais baixa não é raro haver refluxo, gerando transtorno aos moradores.

Esta é uma questão antiga enfrentada pela região. Por este motivo, Marco está requerendo à Secretaria de Planejamento, Desenvolvimento, Obras e Serviços Públicos que a resolva definitivamente.

A sugestão do parlamentar é que tal Pasta elabore projetos que solucionem o problema do Bosque do Tamanduá e ainda de outros bairros do Município, que necessitem de benfeitorias nessa área.

Isso porque, segundo Marco, o Governo Federal anunciou investimentos da ordem de R$ 5 bilhões na área de saneamento básico nos municípios com menos de 50 mil habitantes, a partir do PAC Saneamento.

Ao todo serão 4.855 municípios beneficiados, que concentram 32% da população brasileira. O novo programa, entretanto, estabelece critérios de seleção. Nessa primeira etapa serão disponibilizados R$ 3,2 bilhões, sendo que parte desse financiamento (R$ 1 bilhão) será efetuado pelo Ministério das Cidades e outros R$ 2,2 bilhões provenientes do Orçamento Geral da União (OGU), via Fundação Nacional de Saúde (Funasa).

Na modalidade “abastecimento de água”, o objetivo é a ampliação da cobertura, melhoria e regularidade no atendimento e redução de doenças causadas pela falta de saneamento básico. As principais ações apoiadas são: captação e estação de tratamento de água, estações de bombeamento, adução, rede de distribuição, ligações prediais e intradomiciliares.

Para implementação de esgoto sanitário, o recurso será de R$ 1,7 bilhão para aumento da cobertura de coleta e tratamento, proteção dos mananciais, despoluição dos cursos de água e redução de doenças causadas pela falta de saneamento básico, o que inclui redes coletoras, estações de bombeamento e tratamento (o caso do Tamanduá), interceptores e emissários.

Todas estas informações levantadas por Marco Galetti foram não só evidenciadas no Plenário “Mário Joaquim Filla”, mas também enviadas à Prefeitura Municipal para que esta envide esforços junto ao Ministério das Cidades, visando à integração de Descalvado no PAC.

PRAÇAS - Uma segunda indicação proposta pelo parlamentar também tem relação com o PAC. Isso porque o Governo Federal, paralelamente, anunciou investimentos também neste segmento.

As chamadas “Praças do PAC” serão complexos com quadra poliesportiva, pistas de skate e teatro, além de espaços destinados para formação e qualificação de pessoas para o mercado de trabalho.

A escolha de projetos enviados pelas Prefeituras e a coordenação da construção das praças serão feitas pelo Ministério da Cultura. A manutenção dos espaços será de responsabilidade dos municípios.

Mais uma vez, Marco cobra empenho e projetos ao Executivo ao descalvadense, além de pedir prioridade aos bairros populosos, que possuem total carência nesse setor, como o Bosque do Tamanduá e o Recanto dos Ipês.

Voltar


 
















Notícias
Descalvado
Câmara Municipal
Esporte
Notas Policiais
Região
Brasil e Mundo
Geral
Música
Fotos
Canais
Conheça Nossa Cidade
Boca no Trombone
Horóscopo do Dia
Previsão do Tempo
Guia Rodoviário
Política Agora
Blogs e Colunas
Cozinhando com Aline
Marcos Felipe Chiaretto
Mexa-se
Utilidade Pública
Farmácia de Plantão
Balcão de Empregos
Notas de Falecimento
Guia Comercial
Consulte Multas
Interativo
Fale Conosco
Sugestão de Matérias
Anuncie no Descalvado Agora
Empregos
Fale Conosco
Descalvado Agora 2009-2020 - Todos os direitos reservados