Descalvado, 08 de Abril de 2020 Busca:   
Câmara Municipal

Mobilização em prol da Polícia Militar marcou a semana dos parlamentares

07/07/2011

Após ventilada a notícia da transferência da sede da 3ª Companhia da Polícia Militar para outra cidade da região, com conseqüências como a possível redução do efetivo e a perda de uma viatura, a semana foi marcada pela mobilização dos vereadores em busca de evitar que o Município saísse prejudicado.

“Há tempos os parlamentares têm lutado porque o número de policiais em Descalvado já é pequeno e também em busca de melhores condições de trabalho para esta categoria. Cada um atua junto a seu partido, a suas bases, enfim, de que forma for, em busca de incrementar a segurança e manter a tranqüilidade da população. Por isso, não poderíamos nos manter passivos frente a esta informação que foi aventada”, afirmou o Presidente da Câmara, Flávio Luiz Ancetti (PPS).

Foi por isso que nos momentos que antecederam a Sessão da segunda-feira (4), os vereadores receberam o Capitão da Polícia Militar local, Luis Sérgio Mussolini Filho, com o intuito de tomarem conhecimento da real situação.

O assunto foi a tônica da maioria dos discursos durante a Sessão Ordinária da semana. Todos os edis manifestaram a preocupação com eventuais mudanças.

Na terça-feira (5), os edis participaram também de reunião convocada pelo Conselho Comunitário de Segurança de Descalvado(CONSEG), presidido por Gismar Mendes, com a presença do Cel. Jackson Justus, comandante do 38º BPMI.

Na ocasião, foi a oportunidade para que membros do referido Conselho e também para que os parlamentares o questionassem sobre o que efetivamente deve ocorrer e manifestassem sua preocupação.

Cel. Jackson explicou que foram iniciados estudos e que a possibilidade de Descalvado voltar a ser sede de um batalhão existe, porém, que a mudança não deve implicar na perda significativa de policiais.

Além disso, ele assegurou que deve existir uma análise retida pelas várias esferas da instituição e que a alteração, se julgada adequada, deverá demorar pelo menos cinco anos para ocorrer.

Mediante o quadro, os vereadores manifestaram a intenção de atuarem politicamente em busca de que, qualquer que seja a decisão, a corporação descalvadense, a segurança de uma forma geral e a população não sejam prejudicadas.


Voltar


 
















Notícias
Descalvado
Câmara Municipal
Esporte
Notas Policiais
Região
Brasil e Mundo
Geral
Música
Fotos
Canais
Conheça Nossa Cidade
Boca no Trombone
Horóscopo do Dia
Previsão do Tempo
Guia Rodoviário
Política Agora
Blogs e Colunas
Cozinhando com Aline
Marcos Felipe Chiaretto
Mexa-se
Utilidade Pública
Farmácia de Plantão
Balcão de Empregos
Notas de Falecimento
Guia Comercial
Consulte Multas
Interativo
Fale Conosco
Sugestão de Matérias
Anuncie no Descalvado Agora
Empregos
Fale Conosco
Descalvado Agora 2009-2020 - Todos os direitos reservados