Descalvado, 16 de Novembro de 2018 Busca:   
Notas Policiais

Mais duas tentativas de suicídio são registradas em Descalvado nos últimos dois dias

26/09/2011

Por Rodrigo Oliveira

Lamentavelmente o suicídio tem se mostrado recorrente em Descalvado. Na sexta feira tivemos o caso do Sr. Benedito Altair Pereira Nunes que foi encontrado nos fundos de sua casa enforcado e para completar a mais duas pessoas tentaram encerrar suas vidas nos últimos dois dias.

Ontem (25) por volta das 21h a Polícia Militar atendeu um chamado na Rua das Hortências, no Parque Morada do Sol, onde um jovem de 27 anos, que iremos chamá-lo apenas de L, tentou suicidar-se cravando uma faca em seu abdômen.

L foi rapidamente socorrido ao Pronto Socorro onde foi atendido pelo Dr. Vicente e posteriormente levado ao Centro Cirúrgico, onde os médicos estabilizaram seu quadro clínico, e hoje ele não corre rico de vida.

Hoje (26) uma jovem de 23 anos também tentou suicidar-se ingerindo veneno para ratos. Ela foi levada ao Pronto Socorro, onde recebeu uma lavagem estomacal e atualmente esta fora de perigo. O motivo teria sido uma briga com o namorado.

Colhemos no Site do Padre Marcelo Rossi uma entrevista concedida pela psicóloga Olga Tessari, sobre os suicidas, acompanhe.

Site Pe. Marcelo Rossi - O que leva uma pessoa a cometer suicídio?

Dra. Olga Tessari: A conduta suicida, na verdade, é uma tentativa desesperada de solução de um problema, embora seja uma alternativa inadequada. Ela acontece depois de várias tentativas de solucionar o problema (de todas as maneiras possíveis e imagináveis para ela), não tendo encontrado nenhuma solução. Seria algo como a última saída para solucionar o problema. Em geral, a conduta suicida está presente nas pessoas que padecem de depressão, alcoólicos ou dependentes químicos e se agrava se houver sintomas psicóticos.

Site Pe. Marcelo Rossi - Existe algum fator genético ou psicológico que já predispõe a pessoa a cometer este ato?

Dra. Olga Tessari: Não há pesquisas conclusivas que mostrem que o suicídio seja algo genético. Existem alguns fatores que podem colaborar para a tendência ao suicídio:
- o fato da pessoa ser impulsiva, não pensar para agir, não medindo a conseqüência de suas atitudes;
- a baixa capacidade ou mesmo a dificuldade para resolver problemas;
- pensamentos, atitudes e objetivos derrotistas ou inadequados;
- fatores ambientais: problemas sócio-econômicos, solidão, doenças crônicas.

Site Pe. Marcelo Rossi - O que deve ser feito para demover o suicida dessa idéia?

Dra. Olga Tessari: É importante saber ouvir o suicida e saber dele os motivos que o levam a querer acabar com a sua própria vida. Não o critique, nem adote uma postura crítica ou moralista. Após ouvir, propor e analisar, junto com ele, as dimensões do problema que ele está enfrentando e buscar as possíveis alternativas. Aquele velho ditado de que duas cabeças pensam melhor do que uma vale neste caso. Mas sempre de forma a ajudar e jamais querer impor nada para ele.

Site Pe. Marcelo Rossi - A depressão é o primeiro passo para o suicídio?

Dra. Olga Tessari: Não necessariamente, embora seja um fator agravante. Na depressão a pessoa sente-se como se estivesse sem saída para nada, não se sente em condições de fazer nada, fica prostrada. Então, como não age e não consegue agir, pensa que seu caso não tem solução e começa a arquitetar seu suicídio como única forma para fugir de todos os problemas insolúveis. Vale dizer que a auto-estima das pessoas depressivas é muito baixa, o que colabora para que ela se sinta incapaz de fazer qualquer coisa.

Site Pe. Marcelo Rossi - Há como perceber se uma pessoa está com desejos suicidas?

Dra. Olga Tessari: Existem alguns indícios que podem alertar para o fato da pessoa chegar a ter intenções suicidas, embora não sejam fatores determinantes:
- uma pessoa que vive solitária, que foge de qualquer convívio social, que vive cabisbaixa, fechada em si mesma, que recusa convites, que prefere ficar trancada em seu quarto ou em seu mundo;
- uma pessoa que vive num meio familiar que não propicia a convivência e o diálogo;
- comportamento agressivo;
- doenças crônicas;
- dores fortes e insuportáveis provocadas por alguma doença;
- depressão;
- alcoolismo;
- usuário de drogas ilícitas;
- psicoses.

Site Pe. Marcelo Rossi - Qual o papel da família numa pessoa que se encontra com desejos suicidas?

Dra. Olga Tessari: É fundamental a participação da família! Em geral, pessoas com tendências suicidas vêm de famílias onde inexiste o diálogo, a convivência. Muitas vezes, os pais são críticos, autoritários e não admitem serem questionados, não estão abertos a dialogar e a entender que seu filho cresceu, que este filho pode ter idéias e pensamentos diferentes dos seus e que deve ser respeitado.

Site Pe. Marcelo Rossi - O suicídio é mais comum ocorrer nos jovens?

Dra. Olga Tessari: Ele pode ocorrer em qualquer idade. Tudo vai depender dos fatores acima apontados, embora, hoje em dia, em função da proliferação do uso de drogas ilícitas, o número de jovens com tendências suicidas esteja em ascensão.

Site Pe. Marcelo Rossi - Há alguma diferença entre uma pessoa que resolve cortar os pulsos e uma outra que fica em cima de um prédio apenas ameaçando se jogar?

Dra. Olga Tessari: Muitas vezes, estas atitudes representam um grito desesperado de dizer para as pessoas o quanto tem sido difícil e insuportável conviver com a realidade que ela está vivendo, de mostrar o seu sofrimento e da necessidade que a pessoa tem de querer ser ajudada: seria algo como um pedido de socorro! Tanto que, quando a pessoa toma tais atitudes, ela "espera" a ajuda. E, infelizmente, talvez esta seja a única forma de fazer com que as pessoas a sua volta prestem atenção nela e vejam o quanto ela tem sofrido. Se houvesse mais diálogo e convivência familiar, certamente ela não precisaria recorrer a estas atitudes tão drásticas












Voltar


 
















Notícias
Descalvado
Câmara Municipal
Esporte
Notas Policiais
Região
Brasil e Mundo
Geral
Música
Fotos
Canais
Conheça Nossa Cidade
Boca no Trombone
Horóscopo do Dia
Previsão do Tempo
Guia Rodoviário
Política Agora
Blogs e Colunas
Cozinhando com Aline
Marcos Felipe Chiaretto
Mexa-se
Utilidade Pública
Farmácia de Plantão
Balcão de Empregos
Notas de Falecimento
Guia Comercial
Consulte Multas
Interativo
Fale Conosco
Sugestão de Matérias
Anuncie no Descalvado Agora
Empregos
Fale Conosco
Descalvado Agora 2009-2018 - Todos os direitos reservados