Descalvado, 20 de Novembro de 2018 Busca:   
Geral

Brinquedos antigos são reverenciados em exposição de shopping

17/01/2012

Mostra reúne até o fim de janeiro modelos de várias décadas do século 20

Para muita gente, brinquedo é coisa séria. Coleções de várias épocas movimentam um mercado milionário em todo o mundo. Basta acessar sites de compras e de leilões pela internet para conferir.

Em Ribeirão Preto, uma exposição traz algumas dessas raridades fabricadas no país para a alegria dos saudosistas e dos curiosos. O Shopping Santa Úrsula promove até o fim do mês a mostra "Brinquedos de uma Vida", que reúne cerca de 150 brinquedos antigos.

Entre eles, alguns modelos dos anos 1930 e muitas bonecas, carrinhos e jogos que fizeram a alegria das crianças durante quatro décadas do século 20. A coleção é de um acervo da empresa Estrela.

Apesar de ser indicado para toda a família, na verdade, são os pais que parecem se divertir mais com a exposição. O evento já se tornou febre nas redes sociais, principalmente entre os trintões e quarentões. A convite do Caderno C, dois desses fãs foram até o shopping conferir de perto a mostra: os artistas plásticos Renato Andrade, 47, e Cordeiro de Sá, 40. Renato, pai de dois garotos, se divertiu bastante.

"Ah, deu pra lembrar a infância, sim. O legal é constatar que a maioria dos brinquedos de antigamente precisava de um elemento fundamental para ganhar vida: a criança. Hoje os brinquedos praticamente brincam sozinhos e a pergunta que mais ouço do Theo [o mais velho, de oito anos] quando ele ganha um presente novo é: ‘O que ele faz?’", argumenta.

Concorrência
De qualquer forma, o artista, que também é cartunista colaborador do A Cidade, diz que pretende levar os filhos à exposição, porém não sabe se eles vão se empolgar tanto quanto o pai.

"Talvez eles vejam mais como figuras paleontológicas, com uma certa curiosidade pelo fato de o pai ter brincado com tais geringonças. O duro é a concorrência da loja ao lado com seus mais novos lançamentos hollywoodianos e nipônicos", comenta.

Renato afirma que o que mais lhe chamou a atenção na mostra foram os robôs e as naves espaciais com ‘o visual flash gordoniano’, porque representam a forma como as pessoas imaginavam o futuro há mais de meio século. "Foi legal ver o Falcon também, apesar de que, quando ele surgiu, eu já tinha uns 14, 15 anos. Começava a busca por diversões mais mundanas", diz, referindo-se ao boneco que a Estrela lançou na virada dos anos 1970/80.

O cartunista afirma que não foi lá muito cuidadoso com seus brinquedos, por isso não tem quase nada guardado daquele período. "Quando era moleque, uma de minhas maiores diversões era justamente destruir os brinquedos quando eles ficavam mais velhinhos. Adorava criar cenas de desastres cinematográficos com carrinhos sem rodas e soldadinhos com membros mastigados pelo meu cachorro", recorda.

Neurose
Muito mais cuidadoso é o amigo de Renato, Cordeiro de Sá. Na verdade, Cordeiro é um colecionador, aquele tipo de sujeito que investe seu dinheiro em brinquedos raros e guarda tudo nas caixas originais para que não estraguem com o tempo.

Quem assistiu a filmes como "O Virgem de 40 anos" e "Toy Story 2" sabe do que se trata. "As pessoas ficam fazendo piada com esta história do ‘Virgem de 40 Anos’, mas não sou tão neurótico assim. Pra mim, brinquedo é para brincar, não para ser guardado para o resto da vida", comenta. Porém, para colocar a mão na coleção de Sá, ele precisa estar ao lado, conferindo tudo.

"A minha sobrinha, por exemplo, pode brincar, mas desde que eu esteja junto. Mas é uma grande curtição, porque minha coleção também é uma forma de mostrar à criança a história da minha infância e, se isso ficar numa estante, não tem sentido", diz o artista, que não tem filhos.

A coleção de Sá é composta basicamente por "action figures", personagens de histórias em quadrinhos ou de desenhos animados como "Comandos em Ação", "DC Comics" e "Liga da Justiça". "No Brasil, ao contrário do que ocorria nos EUA, lançavam poucas linhas de bonecos e só depois de velho consegui achá-los. Hoje, compro muita coisa pela internet", ressalta.

E qual seria a peça mais antiga da coleção? "É um carrinho que eu ganhei aos três anos de meu pai. Ou seja, já tem 37 anos. Foi o primeiro presente que ele me deu", conta.

Serviço
O quê: Exposição "Brinquedos de uma Vida"
Quando: Até 29/1: diariamente, das 10h às 22h
Onde: Pátio Central do Piso Térreo do Shopping Santa Úrsula (Rua São José, 933, Higienópolis, em Ribeirão Preto)
Quanto: Entrada gratuita
Informações: (16) 2102-7400









Voltar


 
















Notícias
Descalvado
Câmara Municipal
Esporte
Notas Policiais
Região
Brasil e Mundo
Geral
Música
Fotos
Canais
Conheça Nossa Cidade
Boca no Trombone
Horóscopo do Dia
Previsão do Tempo
Guia Rodoviário
Política Agora
Blogs e Colunas
Cozinhando com Aline
Marcos Felipe Chiaretto
Mexa-se
Utilidade Pública
Farmácia de Plantão
Balcão de Empregos
Notas de Falecimento
Guia Comercial
Consulte Multas
Interativo
Fale Conosco
Sugestão de Matérias
Anuncie no Descalvado Agora
Empregos
Fale Conosco
Descalvado Agora 2009-2018 - Todos os direitos reservados