Descalvado, 13 de Novembro de 2018 Busca:   
Esporte

"O nível no Brasil está baixo", diz Reinaldo Colucci, triatleta brasileiro

05/04/2012

Atleta já está com vaga assegurada para os Jogos Olimpícos vai treinar fora do Brasil, por conta do baixo nível encontrado nas provas do país

Após conquistar a medalha de ouro no Pan-Americano de Guadalajara do ano passado e com ela a vaga para as Olimpíadas de Londres-2012, o triatleta brasileiro Reinaldo Colucci já é ganhou destaque neste início de ano. Colucci, que defende o Sesi-SP e treina em São Carlos, venceu o Campeonato Sul-Americano de Triathlon de Santiago-CHI no mês passado e, no último sábado, conquistou a primeira etapa do Campeonato Brasileiro de Triathlon Standard. Porém, ao falar da conquista e de sua preparação, afirmou que a modalidade no Brasil está abaixo do nível internacional e que vai precisar se preparar fora do país.

- No Chile eu consegui ter um nível mais aproximado do que eu vou encontrar nas provas fortes, porque tinham atletas da América do Sul e convidados da América do Norte. Aqui no Brasil, o nivel esta abaixo do que a gente encontra lá fora, por isso na proxima etapa do treinamento eu vou começar a viajar para os Estados Unidos e para o México, a fim de bater de frente com os atletas que eu vou encontrar em Londres.

Como o triatleta já está com sua vaga garantida para Londres, ele tem disputado algumas provas para manter o ritmo, mas está começando a sua preparação de maneira tranquila e mais leve, com pausa entre os treinos e competições. A intenção é chegar no mês da disputa olímpica no auge do seu preparo físico.

- O triatlo é uma prova muito física e o corpo é exigido mais do que em outras modalidades, tendo sempre que dar o 100% nas provas, não podemos errar. A partir de maio vou fazer a parte final da preparação e irei para a França fazer um treinamento de cinco semanas na altitude para aproveitar a oxigenação, que é um dos benefícios que a altitude traz para um esporte como o triatlo.

Segundo Colucci, seu objetivo é conquistar uma medalha em Londres, mas também manter uma boa sequência para poder chegar em ótima forma nos jogos do Brasil, em 2016, e conquistar medalha também em casa.

- Eu tenho evoluído a cada ano e ainda tenho mais uns quatro ou cinco anos de evolução pela frente, o que vai culminar justamente nas Olimpíadas do Rio. Vou correr em casa e na melhor forma da minha carreira. É meu objetivo medalhar no Rio de Janeiro – concluiu o brasileiro.

Fonte: G1









Voltar


 
















Notícias
Descalvado
Câmara Municipal
Esporte
Notas Policiais
Região
Brasil e Mundo
Geral
Música
Fotos
Canais
Conheça Nossa Cidade
Boca no Trombone
Horóscopo do Dia
Previsão do Tempo
Guia Rodoviário
Política Agora
Blogs e Colunas
Cozinhando com Aline
Marcos Felipe Chiaretto
Mexa-se
Utilidade Pública
Farmácia de Plantão
Balcão de Empregos
Notas de Falecimento
Guia Comercial
Consulte Multas
Interativo
Fale Conosco
Sugestão de Matérias
Anuncie no Descalvado Agora
Empregos
Fale Conosco
Descalvado Agora 2009-2018 - Todos os direitos reservados