Descalvado, 20 de Novembro de 2018 Busca:   
Geral

Especialista alerta para cuidados na hora de escolher uma faculdade

27/06/2012

Segundo gestor, tradição da instituição em um curso é importante.
Graduação deve ser reconhecida e bem avaliada pelo MEC.



Muitos jovens estão em maratonas de estudos e se preparam para os vestibulares no meio do ano. A preocupação com desempenho na prova é tanta, que muitos estudantes se esquecem de se atentar a qualidade da instituição e do curso que é oferecido.

O estudante Vitor Santis Costa veio do Amapá para fazer um cursinho preparatório em São Carlos (SP) e “ter mais chances de passar no curso de engenharia de controle de automação da Unesp”.

Vitor escolheu a cidade aonde iria se preparar, o vestibular que vai prestar e a faculdade onde quer estudar, mas confessa não ter se preocupado com a avaliação do curso. “No ambiente que a gente está totalmente à flor da pele com o vestibular, acaba não prestando atenção nessas coisas”, disse.

Lwã também não teve essa preocupação e enfrentou vários problemas no primeiro ano do curso de arquitetura em uma faculdade particular de São Carlos. “Uma faculdade particular você paga para aprender nas condições que você espera. Lá não encontrei nada. Não tinha carteira para todos alunos sentarem. Não tinha datashow em todas as salas de aula e elas não suportavam o número de alunos que a faculdade colocou”, disse.

Avaliação do MEC
O gestor da Secretaria de Educação a Distância (SEED) do Ministério da Educação (MEC) Daniel Mill deu dicas para os estudantes não terem problemas como os de Lwã.

Segundo Mill, é preciso ficar atento se o curso é reconhecido pelo MEC, conferir o projeto pedagógico e conhecer a estrutura da faculdade. O especialista lembrou também que é importante que a instituição tenha tradição numa determinada graduação.

“É possível dizer, por exemplo, que a UFSCar em Araras tem uma competência melhor para cursos na área agrária que cursos em Sorocaba. Comparando uma instituição com a outra, certamente a Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) tem uma competência histórica voltada para a área médica, melhor que a federal de São Carlos ou a USP (Universidade Estadual de São Paulo)”, explicou.

O estudante de engenharia de produção Henrique Morales foi atrás de todos os detalhes antes de ingressar no curso. “Eu levei em conta a qualificação no MEC junto com avaliação do Enade (Exame Nacional de Desempenho de Estudantes). Tem também a questão da localidade, o que seria mais fácil para mim. Faz parte analisar isso porque acho que vou sair na frente.

Fonte: G1 São Carlos









Voltar


 
















Notícias
Descalvado
Câmara Municipal
Esporte
Notas Policiais
Região
Brasil e Mundo
Geral
Música
Fotos
Canais
Conheça Nossa Cidade
Boca no Trombone
Horóscopo do Dia
Previsão do Tempo
Guia Rodoviário
Política Agora
Blogs e Colunas
Cozinhando com Aline
Marcos Felipe Chiaretto
Mexa-se
Utilidade Pública
Farmácia de Plantão
Balcão de Empregos
Notas de Falecimento
Guia Comercial
Consulte Multas
Interativo
Fale Conosco
Sugestão de Matérias
Anuncie no Descalvado Agora
Empregos
Fale Conosco
Descalvado Agora 2009-2018 - Todos os direitos reservados