Descalvado, 15 de Novembro de 2018 Busca:   
Região

Araras suspende todos os alvarás de casas de shows e espetáculos

05/02/2013

Com a proximidade do Carnaval as autoridades municipais de Descalvado deveriam olhar com maior atenção para os bares que promovem shows em seu interior, bem como para boates

Em Araras a medida obriga donos a apresentar toda a documentação exigida por lei.
Fiscalização vai fechar locais e aplicar multas em caso de descumprimento.


Um decreto da Prefeitura de Araras (SP) suspendeu, nesta segunda-feira (4), todos os alvarás concedidos a estabelecimentos que realizam festas, bailes, shows e eventos sociais no município. A medida emergencial, que visa evitar tragédias como a ocorrida há oito dias em Santa Maria (RS), obriga os proprietários a apresentar toda a documentação exigida por lei para regularizar a situação.

O principal objetivo, segundo a Prefeitura, é garantir a segurança dos frequentadores, prevendo multas e fechamento do local caso os empresários não cumpram as exigências legais e não tenham o Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB).

O prefeito Nelson Dimas Brambilla se reuniu na sexta-feira (1º) com proprietários e representantes de clubes sociais, bares, lanchonetes, casas noturnas e empresas promotoras de eventos para informar e esclarecer dúvidas sobre o decreto.

Na semana passada, os representantes das forças de segurança também debateram a elaboração de um plano estratégico para intensificar a fiscalização dos estabelecimentos, que acontecerá com a Prefeitura, o Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar.

Por enquanto, nenhum empresário apareceu para regularizar a situação. Segundo o secretário de Assuntos Jurídicos, Sérgio Colletti, o novo alvará só será liberado com a apresentação de todos os documentos e vistorias. "Se a pessoa comprovar que está regular, será reativado o alvará no mesmo momento", disse.

Fiscalização
A Prefeitura vai realizar uma força-tarefa em conjunto com o Corpo de Bombeiros para acelerar as vistorias e a fiscalização dos estabelecimentos, principalmente dos clubes sociais que irão realizar bailes de Carnaval a partir do próximo sábado (9).

O prazo de validade do alvará provisório, que permite o funcionamento do local enquanto as adequações estão sendo realizadas, será de seis meses.

Nesta primeira etapa, a fiscalização vai priorizar estabelecimentos que realizam festas, shows e eventos similares. A Prefeitura estima que a cidade tenha cerca de 20 casas noturnas.

Em seguida, será intensificada em prédios, estabelecimentos comerciais, empresas, igrejas, chácaras que realizam festas e demais estabelecimentos onde haja concentração de público, para que se adequem à legislação vigente e apresentem o AVCB.

AVCB
Para obter do documento, o Corpo de Bombeiros deve ser chamado pelo proprietário para a realização da vistoria, que vai verificar as medidas de situação de emergência que o imóvel terá, incluindo luzes de emergência, portas corta fogo, extintores, sinalização de saídas de emergência e outros.

A validade do documento pode ser de 1, 2 ou até 3 anos, dependendo do uso, da edificação e da legislação local.


G1









Voltar


 
















Notícias
Descalvado
Câmara Municipal
Esporte
Notas Policiais
Região
Brasil e Mundo
Geral
Música
Fotos
Canais
Conheça Nossa Cidade
Boca no Trombone
Horóscopo do Dia
Previsão do Tempo
Guia Rodoviário
Política Agora
Blogs e Colunas
Cozinhando com Aline
Marcos Felipe Chiaretto
Mexa-se
Utilidade Pública
Farmácia de Plantão
Balcão de Empregos
Notas de Falecimento
Guia Comercial
Consulte Multas
Interativo
Fale Conosco
Sugestão de Matérias
Anuncie no Descalvado Agora
Empregos
Fale Conosco
Descalvado Agora 2009-2018 - Todos os direitos reservados